domingo, junho 07, 2009

É esta senhora que querem para primeiro-ministro?



Visão para o país
    ‘O país não tem dinheiro para nada.’
    Dr.ª Manuela, TVI, 1 de Julho de 2008
Funções do Estado
    Interrogada sobre quais os serviços públicos que podem ser entregues à gestão e exploração privada, a líder do PSD responde: ‘Em princípio todos, à excepção das verdadeiras funções de defesa de soberania – a Defesa, a Segurança, a Justiça e os Negócios Estrangeiros. Esses penso que não podem ser entregues a nenhuma gestão e exploração privada. Todos os outros evidentemente podem.’
    Dr.ª Manuela, Público, 23 de Maio de 2008
Precariedade do trabalho
    ‘Qualquer trabalho que se arranje tem sempre um aspecto de precariedade’, esse aspecto é ‘positivo’.
    Dr.ª Manuela, Lusa, 27 de Maio de 2008
Crédito (agravamento dos juros)
    ‘Ora, não há forma de corrigir este desequilíbrio a não ser pela restrição à concessão de crédito com o consequente agravamento dos respectivos encargos. (…) Qualquer destas consequências implica um desincentivo ao crescimento económico.’
    Dr.ª Manuela, Expresso, 28 de Junho de 2008
Complemento Solidário para Idosos
    ‘Trata-se de um típico caso de uma promessa política demagógica porque ela é provavelmente inexequível para a maioria dos que dela realmente necessitam. […] Mas discordo ainda desta decisão porque entendo que todos os apoios desta natureza que são dados directamente aos beneficiários […] não são eficazes do ponto de vista social, o que deve ser o objectivo pretendido. […] Acredito que a eficácia dos apoios não passa por subsídios directos, mas antes pelo impulso efectivo às instituições que, por uma questão de proximidade, podem prestar serviços directos […]’
    Dr.ª Manuela, Expresso, 4 de Março de 2006
Saúde
    ‘A política da saúde vai ter muita dificuldade em ser financiada da forma como é. Considero que o SNS gratuito ou tendencialmente gratuito para todos é um aspecto que provavelmente vai ter de ser revisto.’
    Dr.ª Manuela, Lusa, 26 de Maio de 2008
Casamento entre pessoas do mesmo sexo
    ‘A família tem como objectivo a procriação. (…) Admito que esteja a fazer uma discriminação porque é uma situação que não é igual. Chame-lhe o que quiser, não lhe chame é o mesmo nome. Uma coisa é o casamento, outra é outra coisa qualquer.’
    MFL, TVI, 1 de Julho de 2008
Violência doméstica
    ‘Qual deve ser o grau de empenhamento do Estado no combate ao problema da violência doméstica?’
    Dr.ª Manuela: ‘Não creio que ele se resolva. Tem de ser acompanhado e tem sempre de ser tido em atenção que é um fenómeno que existe.’
    Público (28 de Maio de 2008)
Paridade
    Inquérito do Público aos candidatos à liderança do PSD (26 de Maio de 2008). Tema A Justiça de instituir a paridade por lei.
    Resposta da Dr.ª Manuela: ‘Não e não’.

23 comentários :

Anónimo disse...

Pois é! Habituem-se...

baladupovo disse...

(1)

Parabéns aos vencedores.

“Parabéns” para a abstenção pois obteve uma vitória com larguíssima maioria absoluta.
Foram os grandes vencedores desta noite.
Os seus eleitos não irão receber os salários chorudos de Bruxelas nem irão passear-se em altas máquinas que coram de vergonha os pobres desta Europa. Mas estão sempre presentes como a massa invisível que mais uma vez mostrou o seu alheamento pela falta de credibilidade em que a política e os políticos de todos os quadrantes ano após ano se vão afundando cada vez mais.
O verdadeiro “voto” de protesto não foi o Ps ter perdido ou Psd ter ganho. Não. O verdadeiro “voto” de protesto são os 63% ou 64% de abstenção. É uma taxa altíssima talvez a maior de sempre o que reduz qualquer partido que ganhasse estas eleições a uma vitoriazinha. Um vitória, sim, mas uma vitoriazinha sêca e com pouco ou nenhum significado face á monstruosa abstenção que se deu.
Claro que durante uma semana ou duas no máximo é deixá-los ladrar, afinal de contas todos se inebriam com as vitórias, por mais tristes e piquenas que elas sejam. A este propósito até me ri ao ver o Nuno Melo de peito feito a cantar de galo como se não tivesse ficado em último lugar.

Muitos Socialistas decidiram não ir às urnas baseados provavelmente nas sondagens que davam, em geral, uma vitória mais ou menos tranquila ao Ps. Só prova que nunca se deve adormecer à sombra de vitórias que se julgam garantidas. Que isto sirva de lição para os Socialistas se unirem e despertar, que sirva de lição para estarem mais atentos e não facilitar, não se fiarem nos “elogios” das sondagens.

baladupovo disse...

(2)

Seja como for o Ps acabou por ser penalizado pela estratégia da Oposição que conseguiu desviar as atenções dos portugueses confundindo-os ao falar e centrarem-se só nos problemas nacionais (que são mal geral em todo o mundo provocado pela crise) e evitando falar da Europa. O próprio Rangel assumiu mesmo no início da sua campanha que não iría deixar de falar nos problemas nacionais. Na realidade ele não deixou de falar nunca, misturou as coisas! e a única coisa que se esqueceu mesmo foi de falar sobre a Europa (caninamente secundado pela restante oposição). Só nisso se centrou desvirtuando todo o propósito do que significam eleições europeias. Foi uma escolha que ele fez mas foi uma táctica suja, oportunista e rasteira. Saiu a perder o povo e o país com esta jogada de Judas promovida pela Oposição com o apoio escabroso editorialista de tvs e jornais. Rendeu frutos, é verdade. Mas são frutos envenenados pois se a parte do povo que lhes deu essa vitoriazinha se tivesse lembrado que o mundo padece por culpa das políticas da Direita o dos Ricaços talvez o resultado do Psd não tivesse tido a adulteração que teve. Enfim, são tiros no pé que o povo vai dando.

O porquê dessa estratégia da Oposição era óbvia: A Crise Mundial é terreno minado, o povo muitas vezes não compreende que o desemprego ou a recessão vem de fora, à força de mentiras permanentes da Oposição com a prestimosa ajuda da comunicação social acaba mesmo por julgar que a Crise não é Mundial, é só nacional e provocada …por Sócrates..ou até por Vital Moreira!

baladupovo disse...

(3)

Censuro o Ps porque devería estar atento e estar precavido contra este tipo de jogadas -
o Psd é mestre nessa cartilha maquiavélica. O Ps devería ter tratado o cão com o pelo do próprio cão.

Por fim deixo a opinião que não quis dar no início da campanha: a escolha do homem não foi acertada, sentiu-se isso desde o início pela inabilidade de Vital Moreira em fazer passar mensagem. Vital Moreira acredito que é um homem íntegro, de calibre intelectualmente superior a Rangel ou qualquer um dos candidatos, mas é um peixe para aquários de águas mais calmas e serenas. O seu habitat natural não era aquele, não o aquário turbulento da política de palco, de terreno, de homem-espectáculo, que é aquilo em que se tornou a política moderna, infelizmente.

(the last but not the least - Sócrates esteve mal e deu parte fraca para o Ps ao manifestar apoio a Durão Barroso. Isso enfraqueceu clamorosamente o partido e deixou no ar a sensação de que nestas europeias afinal tanto fazía votar no Ps como no Psd pois o candidato já estava escolhido e era do..Psd!
Sócrates nunca devería ter dado parte fraca ao apoiar o homem da tanga e das armas químicas no Iraque. Adiante, é com os erros que todos aprendemos)

(…outro aparte, estou neste momento rodeado de crianças e adoro ouvir os salmos perfeitos que saem de suas bocas. Ao se aperceberem dos urros deslocados dos Psd, ouvia-as dizer umas para as outras:
-Estás a ver, ganhou o Partido da Roubalheira, só prova que o povo gosta de ser roubado.)

Luis M. Jorge disse...

A vida é injusta.

Anónimo disse...

Os meus sinceros pêsames ao Partido da Sacanagem, que foi no que Sócrates e os seus apaniguados transformaram o Ps. NUNCA pensei rejubilar com a derrota daquele que até há 4 anos era o partido em que sempre votei, mas desde que foi tomado de assalto e até que esteja limpo desta corja não vai voltar a ver a cor do meu voto e de muitos como eu.
E se a opção for entre esta dama tristonha, mas respeitável, e os cavalheiros que tantos maus exemplos nos têm dado, eu não tenho dúvidas sobre quem escolher.
Podem arranjar as desculpas que quiserem e consolarem-se como bem entenderem, mas a verdade é só uma: o Ps está a colher aquilo que plantou. Movido pela vingança, arrogante e orgulhosamente só, afrontou muitos daqueles que constituíam a sua base de apoio. Deu um tiro no pé e só de si se pode queixar.
Pode ser que agora os verdadeiros socialistas comecem a acordar.
Enquanto isso não sucede, entretenham-se a ouvir um requiem (têm vários à escolha no youtube) e a rezar para que esse género musical não se torne o hino do partido nos próximos tempos.

Anónimo disse...

Assino por baixo o comentário da 01:41

Zé Povinho disse...

Sabem porque é que o Psd "ganhou" ?

Porque a esmagadora maioria do povo está-se cag..para as eleições europeias.

E ainda para mais tanto fazía votar Ps ou Psd pois os socialistas (europeus incluídos) já tinham dito que íam apoiar a recondução do laranja-podre Durão Barroso.

Ups...desculpem la ter estragado a vitoriazinha*** mas como parece que os senhores comentadores anti-ps não se lembraram deste piqueno pormenor eu vim só avivar-lhes a memória ;)

*** - vitoriazinha porque na realidade o grande vencedor teve 63% e chama-se ABSTENÇÃO.

[Dado Vital Moreira ser um intelectual e não um político profissional como Portas ou Rangel..até se pode considerar uma votação razoável para quem não é um político na acepção comum do termo.]

[p.s - o que tem mais piada é que para as legislativas vai ser ao contrário, vai ser o psd a reconduzir Sócrates!]

bragamaldita disse...

É ! Politica de Verdade !

NetKingCool disse...

esta vitoria é tão legitima como a vitoria do antonio costa em lisboa com uma abstenção de 65%
gostei na noite de ontem da lata da empresa do oliveira e costa em insistir em apresentar sondagens, depois da vergonha das previsões nas presidenciais só faltava mais esta vergonha nas europeias
eu se fosse este alto dirigente do ps ia num retiro sabatico para a china ter com o primo do kung-fu

Anónimo disse...

Uma coisa é certa este país parece que vai ficar ingovernável. Existem coisas a qeu só se dá valor quando se perdem. Quem vai tirar partido desta nova situação? Os instalados. Sócrates diminiui os funcionários públicos em mais de 50.000, estes que clamam contra o estado se entrarem vão aumnatr os funcionários públicos...Precisamos de menos estado!

JOSÉ LUIZ SARMENTO disse...

Pois eu já não votei PS há quatro anos. nessa altura já eles tinham saneado os socialistas e já se tinham aderido, juntamente com o PSD, ao partido que efectivamente nos governa: o PCI, Partido Central dos Interesses.
Estes quatro anos só me mostraram o quanto eu tinha razão. Foi a guerra sem quartel desencadeada contra a sociedade civil e contra as profissões letradas, que foram demonizadas sob o epíteto de "corporações"; foi, em particular, a campanha negra e os pogroms conduzidos contra os professores; foi a destruição do sistema de ensino, que vai condenar pelo menos uma geração à iliteracia funcional; mas foi sobretudo, e isto é que é imperdoável, o empenho demonstrado em promover, incentivar e premiar a corrupção.

Anónimo disse...

È pá, não, isto não.
Nós queremos é 'powerpoints' com céus azuis e aviões a descolar da Ota. Bom, mas como a Ota já deu o jamé que tinha da dar, queremos que o camadara Coelho contrua autoestradas que ninguém usa mas dão para fazer mais powerpoints.

Por favor, não nos digam que a água desce e o ar quente sobe. Não nos digam que o fogo queima e que o Benfica ficou em 3º lugar. Não nos falem verdade. Nós, socialistas, queremos mais Sócrates.

RMG disse...

Oh que aborrecimento, não é que os eleitores começam a dizer que sim, que é esta mulher que querem para Primeiro-Ministro?

Posso verificar que aqui os Abrantes e afins não mudam de táctica. Como lhes tem corrido bem, continuam. São piores que o Flores. Não se põem a pau, ainda levam um "Kick" do Chefe.

Ze Maria disse...

A minha homenagem, aqui no blogue da minha gente, ao Doutor Vital Moreira. Teve a hombridade, a coragem e o desassombro de chamar "os bois pelos nomes". O PSD/PR ganhou as eleições para o Parlamento Europeu e nada mais. Mas há um outro fórum e local a discutir futuramente, COM FACTOS e não com tretas, onde vão ter a maioria absoluta: o caso Banco Português de Negociatas, perdão, Negócios. Aí sim e como sempre onde há falcatrua, estão em enorme maioria. E todos sabemos que há mais...

Anónimo disse...

Parece que andam a poupar no telefone lá para os lados do Largo do Rato...
Mau perder...

Xico Ribeiro disse...

Legitimidade democratica:

Se em 3 cidadãos SÓ 1 votou, que LEGITIMIDADE teem estes parlamentares?

Com que direito ético o PSD reclama vitoria, quando mais de 2/3dos eleitores caganram-se nitidamente para o acto eleitoral.

A avidez cega pelo poder, leva estes senhores a legitimar aquilo que não é legitimo.

Não posso deixar de criticar todos aqueles que não votaram, gente reles,não patriota, sem direito a nada muito menos a criticar a Europa e o governo.

Sou partidario, alias sempre fui,do voto abrigatorio. Os politicos devem pensar bem nesta materia. A Democarcia só permanecerá votando.

Anónimo disse...

QUE MELÃO Ó ABRANTES.

José Silvério disse...

Agora sim, já se nota a azia e já se sentem os primeiros efeitos de uma derrota que nem o Abrantes contava.
Parece-me que agora só resta aos acessores do Sócrates continuar o trabalho rasteiro iniciado pelo Vital Moreira na campanha, sob pena de nova derrota, e essa ainda bem maior e bem pior.
Paciência, é a vida em democracia (que chatice!!!).
José Silvério

Anónimo disse...

Abrantes:
Vai deixá-los pousar não é?
É que pousar eles vão.

MACXDREAM disse...

KOMPENSAN!!!!!! E se possivel o S por causa dos "gazes"!!!!!!!

Henrique Capelas disse...

Tem a Manuela Ferreira Leite toda a razão. É incompreensível usar isto como propaganda negativa - isto é propaganda a favor da Manuela Ferreira Leite e do PSD. Não aponto nenhuma crítica negativa às suas afirmações e não sou sequer PSD.

Anónimo disse...

Não sejam assim, vocês ainda me fazem votar na senhora se continuam com citações destas.
O pior é que eu sei que ela diz isto e volta e meia faz o seu contrário.

lucklucky