segunda-feira, junho 16, 2014

Os pistoleiros descem à Cidade

      Dâmaso, com a pança a oscilar, entra de rompante no gabinete de Octávio: — Não temos manchete para amanhã… O valete da Cofina acalma-o: — Ai ai, Eduardo, mete na cachimónia que temos sempre manchete, a manchete de sempre… Ainda inquieto, Dâmaso inquire: — O que é que tens de novo do gajo? Com aquela cara que deus lhe deu, Octávio recosta-se no cadeirão e atira-lhe: — Nada, nadinha… Mas o Passos tem de perceber o que lhe vai acontecer se não nos der um canal em sinal aberto.

José Sócrates desmentiu de imediato a manchete da edição de hoje do Correio da Manha. E fê-lo sem deixar margem para dúvidas: «Acontece que, enquanto fui primeiro-ministro, nunca tive nenhum cartão de crédito do Governo. Nunca tive».

O tablóide já não precisa de factos para contar uma história. Com efeito, ao contrário do que é afirmado na manchete, a «notícia» em si não contém uma única referência a Sócrates. Mais: o título da «notícia» na pág. 32 não faz qualquer alusão a Sócrates. Como diz o ex-primeiro-ministro, «a pretensa notícia é mais uma peça da patética e doentia campanha de perseguição pessoal que o 'Correio da Manhã' há anos desenvolve contra mim - campanha que já constitui objecto de procedimento judicial que há muito tempo intentei contra o jornal». Com efeito, o Correio da Manha faz apenas uma vaga menção a uma investigação a pedido do sindicato dos juízes, como represália pela adopção de medidas de contenção de despesas.

O Estado de direito não está precavido para pistoleiros deste jaez.

PS — Esta «notícia» é também execrável por atiçar os descamisados contra os políticos.

10 comentários :

Rosa disse...



José Sócrates sabe perfeitamente que a maioria das pessoas já percebeu as cabalas de que foi vítima...as pessoas de bem, claro...

arebelo disse...

"As pessoas de bem"e as nem tanto,ou seja,as que abjetamente nunca defenderam o Governo de Sócrates perante as calúnias e as pilhérias dos direitolas para significarem que eram diferentes,quando o que estava em causa era e continua a ser "a defesa da verdade".Só que a estupidez do inSeguro e pandilha foi o que foi e é o que continua a ser tal como se constata abundantemente!

António Anastácio disse...

É mais que evidente que os "porcos" do CM não vão lá com processos, ainda para mais entregues ao pessoal da justiça que o Sócrates combateu. O tratamento seria um porradão nos "Cornos" do Octávio e do Dâmaso, com força bastante para que nunca mais fossem tentados a conspurcar o bom nome de quem quer que seja...

Anónimo disse...

Como é que alguns jornalistas não têm vergonha de pertencer a um pasquim destes ?

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

mas continua a ser o jornal de maior tiragem e o resto é .. o resto é o portuguesinho emprenhado pelos ouvidos e olhos que aceita e alimenta a mentira como verdade e se for para queimar alguém já queimado ainda melhor, o bode expiatório para todo o mal e toda a crise já está implantado na cabecinha dos portugueses de bem que adoram o correio da manha a TVI o big brother o futebol as novelas os economistas como o camelo o raposo trastes com tempo de antena demais.
Triste país este.

Anónimo disse...

O António Costa que vá jantar com o Octávio e o faça ver a luz. Afinal foram colegas de curso, tal como Eduardo Cabrita, na FDUL.

Guilherme Proença disse...

Entretanto sabe-se no que deram todos os processos judiciais e os boatos e as escutas relativos a Sócrates. A tomada de posse da Comissão "dos Submarinos" já foi há um mês e dez dias, e nada.

Anónimo disse...

Bom bome era o CM ir investigar os cartões de crédito dos ACTUAIS ministros, mas isso tá quieto.
Nem quero pensar na cratera que esta gentalha reles vai deixar para trás quando for finalmente arrancada do pote...

Anónimo disse...

CM = VOMITO