terça-feira, março 17, 2015

O Homem, o Capital Mais Precioso

Haverá muita gente que se surpreende com a circunstância de João César das Neves conseguir manter-se de pedra e cal no Diário de Notícias. Não obstante a falta de escrúpulos que não raras vezes revela, e não apenas em matéria de costumes, há aspectos positivos nas prosas de César das Neves: por um lado, põem em evidência a indigência de um sector arcaico da sociedade portuguesa e, por outro lado, podem funcionar como uma vacina contra os pretendentes a ayatollahs domésticos. E até talvez o Diário de Notícias olhe para a coluna de opinião de César das Neves como o embrião de um futuro suplemento de humor.

Já a manutenção da coluna de opinião de Pedro Tadeu é para mim um mistério. Aparentemente, é para dar voz às posições próximas do PCP. Só que a pobreza extrema dos textos não serve sequer esse propósito. Ainda hoje, reage como o cão de Pavlov, quando lê algures que António Costa considerou que a brutal emigração que este governo estimulou se traduziu numa enorme perda de «capital humano».

A salivar abundantemente, Pedro Tadeu apodera-se da Wikipédia e associa mecanicamente a expressão de António Costa às teorias da Escola de Chicago (desenvolvidas por Theodore Schultz), concluindo a prosa quase em êxtase: «A teoria do capital humano é um dos pilares da sociedade neoliberal. Ao morder o anzol da aparente benignidade da expressão, o socialista António Costa demonstra, mais uma vez, ser mesmo peixe que morre pela boca.»

A tentativa de colagem de António Costa ao neoliberalismo é uma intenção tão extravagante que custa aceitar que um jornal de referência acolha colunistas que nem sequer tenham o humor (provavelmente involuntário) de César das Neves — mas que se revelam demasiado impulsivos e ignorantes. Para usar uma terminologia que pode não ser estranha a Pedro Tadeu, Estaline escreveu um opúsculo que se intitulava O Homem, o Capital Mais Precioso. O capital (humano) mais precioso, está a ver, Pedro? E não consta que tivesse estagiado na Escola de Chicago.

18 comentários :

Emanuel Lopes disse...

Fantástico. Este blog até cita Estaline para afastar Costa do neoliberalismo. na sociedade actual é melhor visto quem segue Estaline que quem segue Friedman, é isso?

Anónimo disse...

O leitor Emanuel ou não percebeu ou não quis perceber ( inclino-me mais para esta hipótese) o texto e a referencia.
Estudasse!

Jumento disse...

O nosso amigo Tadeu bem pode ir ao Google e procurar por "Avante capital humanos" e depressa chegará à conclusão de que António Costa está à beira de aderir ao PCP e ao neo-liberalismo dos Moscovo boys.

Um exemplo está numa página que elogia a little URSS do Seixal sob o tema "Valorizar as pessoas". Ora leia-se:

«Nos próximos anos, fruto de um trabalho de projecção e planeamento territorial consubstanciado, nomeadamente, na revisão do PDM, o território do Seixal estará dotado de mais vantagens para a dinamização da sua economia e para a valorização do seu capital humano, em defesa da qualificação do nível de vida das populações», promete a autarquia.»

http://www.avante.pt/pt/2093/nacional/128531/

Fernando Romano disse...

Um comentário arriscado....

O senhor Miguel Abrantes atropelou mesmo P.Tadeu.

Mas vale a pena ler o discurso de Estaline (é só entrar no link), quem sabe se escrito por um intelectual bolchevique. Um excelente documento histórico. Nele fica bem patente o grande erro histórico do partido bolchevique, quando Estaline assume "a vitória do socialismo no nosso país", originando a grande onda de repressão. O socialismo constrói-se ao longo do tempo e sempre com apoio das populações - não se decreta nem se impõe por nenhuma auto-intitulada vanguarda.

Parece que tinham razão os "camaradas" da oposição: "No nosso estado de atraso, criar uma indústria, e ainda por cima de primeira classe é um sonho perigoso.»

Terá por isso razão Thomas Piketty, quando escreve no Capital do século XXI"

"Marx ne s'est guère posé la question
de l'organisation politique et économique d'une société où
la propriété privée du capital aurait été entièrement abolie
-problème complexe s'il en est, comme le montrent les
dramatiques improvisations totalitaires des régimes qui s'y
sont engagés."

Era bom que o PCP aprendesse com a história (e com o nosso povo). Talvez então a esquerda em Portugal construísse uma alternativa para o bem estar dos portugueses. Com a participação do PCP, claro. Já após as próximas eleições legislativas. Ia nessa.

Anónimo disse...

Eu a julgar que os partidos socialistas e sociais-democratas europeus, pelas suas acções e omissões, há já alguns anos se tinham convertido ao neo-liberalismo e afinal estava enganado.
Atenção Tadeus de todo o país, pobres diabos anti democráticos, o PSP e os seus secretários gerais (anteriores e actual) não têm nada a ver com essas coisas.

Zé_Lucas disse...

Presume-se então, pela leitura da posta, que o Costa está para Estaline como o queijo para a marmelada, o Romeu para a Julieta and so on...
Não sei se por ignorância ou má fé, passa-se ao lado da discussão sobre o tema que, muito bem, o Tadeu trouxe para discussão no seu artigo, e que dura e durará de certeza por muito tempo, mesmo que por aquí não dê, de momento, jeito.
Enfim, ainda vou ler por aquí sobre as injecções atrás da orelha nos velhinhos.

Anónimo disse...

Boa Romano, fugiu-te a boca para a verdade:

"Talvez então a esquerda em Portugal construísse uma alternativa para o bem estar dos portugueses".

Fernando Romano disse...

Caro anónimo das 04:21,

Bem caçado. V. não perdoa mesmo a amadores da escrita. Afinal, todas as grandes conquistas dos povos tiveram a esquerda na primeira linha.

Indivíduo disse...

"Eu a julgar que os partidos socialistas e sociais-democratas europeus, pelas suas acções e omissões, há já alguns anos se tinham convertido ao neo-liberalismo e afinal estava enganado."
E não estaria completamente enganado, mas o artigo de Pedro Tadeu continua a ser ridículo, porque com certeza o uso da expressão "capital humano" é tão indicativo da pertença à escola de Chicago como o seu uso da expressão "pobres diabos" é indicativo da pertença a um culto satânico...

Anónimo disse...

O Miguel não faz considerações positivas nem negativas sobre Stalin. Mas há pessoas que enfiam logo o barrete. O síndrome de Pavlov não afeta só o Tadeu.

Anónimo disse...

De facto usar Staline para contradizer P. Tadeu quer significar que Pedro Tadeu é estalinista. Parece-me estúpido. Depois há os calimeros do PS aqui a insinuar que o PCP não aprdendeu coma história, mas aprendeu. Aprendeu com a história da URSS e com a história do PS e similares. O PS nunca se importou de coligar-se com quem despreza o socialismo. O Partido das PPP ruinosas é assim, quando precisa corre para os braços de quem diz que a crise é culpa do socialismo. Os negócios em curso entre o centrão, os dinheiros do Estado e as empresas amigas assim obrigam.

João.

João.

Anónimo disse...

"O PS nunca se importou de coligar-se com quem despreza o socialismo."

Coisa que o pcp, daquilo que me foi dado ver, faz frequentemente, pois de braço dado com a Direita despediu o anterior governo sabendo bem que a seguir viria a Direita, a troika e o esmagar de um povo para quem o pcp se está borrifando. Parece-me mesmo que a única ambição do pcp é ter governos cada vez piores, para poder contestar tudo, que é a sua única tarefa. Agora já pede outra vez a demissão deste governo, mas para quê? Esteja quem estiver, é para destruir, principalmente se for o ps.

ana

Anónimo disse...

quanfo fala em capital humano, não é neo-liberal, mas quando se lembra do António Vitorinopara PR, está a ser ultra-liberal.

E Carlos César, e Maria João Rodrigues, e Sampaio da Nóvoa, e Carvalho da Silva (negociável com BVE, CDU, e mais esquerdas)?

Vão voltar a deixar a Presidência escapar, ainda não perceberam o que aconteceu ao país ao deixar Cavaco porvir?

Anónimo disse...

O Zé-Lucas é outro que não precebeu o post... ou faz-se de desentendido, tal como o primeiro comentador.
Não é com essa pobre inteligencia que o PCP vai lá, caro Zé...

Veloso,o frecheiro disse...

Como estalinista,sim,leram bem,estalinista,não aprecio ditos de caixa de comentário sobre o homem que fez resistir a Rússia à coligação de 14 países que a combatiam. E que parou e degolou a besta nazi. O sentido das proporções é imanente nas pessoas civilizadas.

Anónimo disse...

o que é mesmo mesmo extravagante é olhar para os bolsos e encontrar umas moedas e as contas que ainda há para pagar exorbitantes.

Anónimo disse...

ana, és uma fascista. alianda anda quem votas as leis neo-liberais com o psd e o cds-pp. cdu e be votaram contra a austeridade de vários pec, agora até o teu sg anda aí alarmado coma austeridade. foram preciso quatro anos de destruição, para porem isso de modo mais claro em cima da mesa e convergirem com o que cdu e be diziam há muito.

Anónimo disse...

aninhas, boa jogada foi a do ps para eleger cavaco, engasgando-se em candadidaturas, como promete agora voltar a querer fazer.