quinta-feira, janeiro 10, 2008

Na apresentação do governo-sombra

          ‘Em vez de confraternizar com os jornalistas antes ou depois de subir ao palanque, Menezes entra e sai da sala por uma porta lateral. Ninguém o apanha. Aparentemente, não quer ser um líder fácil.

          O objectivo é criar distância, explicaram ao Expresso. "Porque, se a pessoa se banaliza, vai-se a imagem de Estado". Passar de autarca do Norte com fama de populista a candidato a primeiro-ministro tem que se lhe diga, e do guião sobre a mesa constam dicas sugestivas.

          Além de não poder continuar a viajar de avião em económica, mas apenas em executiva, o líder social-democrata vai passar a fazer-se acompanhar nas deslocações que fizer pelo país por "dois ou três carros escuros e um «staff» de três ou quatro pessoas". À imagem e semelhança do primeiro-ministro.’

            Ângela Silva, O guião de Menezes para chegar ao poder [Expresso, 17.11.2007]





A São Caetano andou esta tarde numa grande azáfama. Cunha Vaz, no 1.º andar, tomou conta das operações. Os acontecimentos precipitaram-se — e era o momento certo para fazer a apresentação à sociedade do núcleo duro do governo-sombra.

A montagem do cenário — em tão curto espaço de tempo — esteve a cargo de profissionais:

    Vão à arrecadação e desencantem-me uma mesa antiga, gritava Cunha Vaz. Eles vão ver, eles vão ver o que é um governo. Tu, Ribau, fazes de ministro da Presidência. Mas olha bem para mim: não abres a boca e nem mordes as mocas das gajas boas que vão aparecer para a conferência de imprensa. E tira-me essa gravata de azeiteiro.

Entretanto, os homens da agência de comunicação continuavam a rever todos os pormenores do briefing que se seguiu à reunião do conselho de ministros. Alertam Cunha Vaz para a necessidade de se arranjar também um engenheiro para fazer o papel de ministro das Obras Públicas. O Zeca Mendonça lembra-se de Jorge Costa.

    Quem, pergunta Cunha Vaz, o Bicho do FC do Porto?

O Zeca sossega-o: — Também é do futebol, mas é o do Boavista, que trabalha para o Valentim.

Encontradas as muletas, o patrão da agência de comunicação concentra-se no candidato a primeiro-ministro, procurando dar-lhe ânimo do alto do seu metro e cinquenta e três: — Luís, nem que tenha de te dar anfetaminas, hoje vais ter de parecer que sabes o que queres!

A um canto, um acabrunhado Menezes sussurrou, enquanto relia o que dissera sobre o aeroporto de Lisboa:

    Ó António, mandaste-me defender a Ota. Eu defendi. Depois, disseste que a opção que estava a dar era a Portela + 1 e eu repeti sem pestanejar. Há dias, vieste com a conversa de que, afinal, um engenheiro te dissera que Alcochete seria a solução e eu pus aquelas mulas do Conselho Nacional a votar. Agora, queres que eu diga que o Sócrates é que mudou de opinião? Ainda o Ribau desata a rir-se em directo, porra.

23 comentários :

Anónimo disse...

Foi um prazer ler esta entrada...

Anónimo disse...

Pobre país como diz o Marx da Marmeleira com oposições a imitar o gato fedorento.

Anónimo disse...

eh eh eh ...........

Sérgio Nicolae disse...

E o tubarão ? Onde fica o tubarão ???

Anónimo disse...

comecei a manhã á gargalhada ...

« Tu, Ribau, fazes de ministro da Presidência. «

Anónimo disse...

O comportamento do Meneses tem sido mau demais para ser verdade. O Cunha Vaz só pode estar ao serviço dos xuxas para o enterrar.

Anónimo disse...

como é? gravata de azeiteiro?.... maravilha...
abraço

Anónimo disse...

Grande trabalho, Miguel- pelos vistos ja não vendem a São Caetano

Ze Boné

Anónimo disse...

O Cunha Vaz?, heheheh,- quando os homens valerem dinheiro, o Vaz, vai para trocos.

Zé Boné

jorge100 disse...

Governo sombra... para quê se Portugal tem um governo excelente?

Edie Falco disse...

PSD PARA QUÊ

Em dois dias, Sócrates arrumou com o PSD, tomando duas medidas importantes defendidas por aquele partido. Realmente, se o governo ratifica na assembleia e faz o aeroporto em alcochete, o que é que sobra para o PSD? Fazer coro com os comunistas ou com o CDS?
- -
O país vai em muito bom caminho. Nunca houve tanta estabilidade em Portugal. Meneses e Santana são a garantia de que Cavaco jamais dissolvirá o governo.
É lindo ver Santana a debater com Sócrates... eu suspiro e concluo que finalmente Portugal é politicamente estável.

Anónimo disse...

"Jamais", Miguel - "jamais"... Aposto que a culpa foi do do senhor do norte...

Custa-te assim tanto a engolir Alcochete...?

jubilado disse...

Não dá para entender muitas das decisões judiciais, ainda agora com o caso “esmeralda” o Supremo condena sargento por crime pelo qual antes foi absolvido pelo tribunal de t.novas. É o 8 ou 80. Estas cambalhotas geram na opinião publica um sentimento de que a justiça não funciona ou que funciona por pressão mediatica ou outra;

As novas oportunidades são um êxito. Em 2007 foram abrangidos por este programa 289.162 indivíduos. A aposta do governo neste projecto é ganhadora , colocando os portugueses no caminho do conhecimento, só os velhos do restelo assim não o entendem, ou seja, quanto mais burro melhor;

Grupo parlamentar do ppd/psd, á apancada “verbal”, não se entendem e o cruzamento de agressões verbais foi o mais visto na reunião parlamentar,. Este partido sempre nos habituou com este comportamento, comem-se uns aos outros, próximos capítulos já a seguir;

CDS, Bloco e comunistas, abraçados contra a EUROPA, o que estão a fazer no parlamento europeu os deputados destes grupelhos ? Penso que será pelo chorudo salário mensal, alias como pensam os portugueses. Tenham ética meus caros parlamentares e saiam de lá rapidamente.

11/01/08

Anónimo disse...

Debates quinzenais? - ate faz lembrar o tempo do homem que dizia - "deixem-me trabalhar" -

claro, quinzenalmente era os almoços com os directotes dos pasquins e aí, meus amigos, fazia-se o debate do estado da nação

- o que é que almoça? - eu vou no bacalhau assado - e o Dr. Fernandes? - eu vou no cabrito assado - e sua Excelencia? - eu vou no coelho á caçador - era so debates no prato

Ze Boné

francisco ribeiro disse...

Brilhante miguel.Nunca o pais foi servido de um governo como este. Serio, competente,estavel e rigoroso.

O PPD entrou numa de heterodoxia sem rumo.

Anónimo disse...

menezes, ribau e o outro a imitarem a conferencia de imprensa do governo pareciam os bonecos do contra-informacao.

Anónimo disse...

Hilariante !!!!!!

Anónimo disse...

Deve ser duro ter que tomar tantos rennies e ainda ter de escrever o comentários, usando toda a panóplia actual dos teus heterónimos, Miguel...

Que tal uma boa vaselina e uma botija com gelo no sítio? Talvez ajude.

José Manuel Dias disse...

Delicioso...

Anónimo disse...

Quem vai ser o próximo lider do PSD ?

francisco ribeiro disse...

Ribau.

PPD disse...

Esta direcção do ppd é deveras curiosa.Os autarcas estão em peso.Mais parece uma direcção camararia mas bicefala, duas não cinco cabeças e qual delas a menos sensata.Acho que a lili caneças faria uma grande figura neste naipe de cinco.Talvez como acessora ou porta-voz, tem mais sustentação verbal do que o ribau.
O gomes da silva é outro dos expoentes da nova intelectualidade falida,não sabe o que diz. Foi nomeado ponta de lança contra os conspiradores no interior do ppd.
Hoje fico por aqui.

Anónimo disse...

Estas conversas de asobiar p'ró lado são quase tão divertidas como a escolha do "engenheiro" e as justificação do Mário jamais...

Deve ser complicado ter que engulir o que se disse em dezenas de posts.