quinta-feira, abril 07, 2011

A sanidade de Lomba já teve melhores dias

Não precisava de o confirmar, porque sobressai das suas crónicas no Público — os últimos tempos deram cabo dos “nervos e algo de muito mais importante do que isso: a sanidade” de Pedro Lomba.

Só isso pode explicar que Lomba escreva, entre outras pérolas, que Sócrates “não é político para vacas magras”. Está a falar, presume-se, daquele político que recebeu em herança um país destroçado pelos governos PSD/CDS-PP e que, após colocar o défice abaixo do limite imposto no PEC (pela primeira vez em Portugal), levou em cima com a maior crise financeira e económica dos últimos 80 anos.

É assim que encontra plena justificação a única nomeação para um cargo (embora não remunerado) feita pelo Governo após a sua demissão: a do Coordenador Nacional de Saúde Mental.

7 comentários :

António Carlos disse...

Esse Lomba o que tem de «grande» é o nariz!

Anónimo disse...

A politica portuguesa está cheia de gente como este Lomba. Vivemos no que respeita aos media, num quadro de totalitarismo de direita. E ainda assim, (tb com a a ajuda do BE e do PCP) queixaram-se, sem vergonha de asfixia democratica. Basta estar atento aos alinhamentops dos telejornais dos diversos canais, incluindo os canais publicos. Ver e ouvir a gentalha convidada onde imperam ideias de um só sentido e de profunda desonestiadde intelectual.

joão amaro correia disse...

pois é, o pinto de sousa é um fofo. depois dele só o caos, obviamente.

j

Olimpico disse...

Se a Psicologia, não é questão de "FÉ" alguem, analise as intervenções deste "Lomba" ...

Mas se neste Forum, existe algum PSIQUIATRA, que dizer do discurso de posse de CAVACO ?
Para ajudar:

« Não há espaço para mais medidas de austeridade...»

Considerem, ser Cavaco, Prof. de
economia e conhecedor da situação
Economica/financeira......Ah e considerem o ÓDIO que este nutre por SÓCRATES!!!!.....

depois...depois, enviem relatória por via "internet" para os mesmos terem conhecimento....

Anónimo disse...

O facto do PSD andar a produzir justificações contraditórias para o chumbo do PEC já devia ser alarme suficiente quanto á sanidade e validade dos argumentos desta gente.Se nem eles próprios sabem porque chumbaram o PEC, o que pode levar as pessoas a acreditar nas patranhas que contam sobre socrates?!

Maria Paulo Rebelo, disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Paulo Rebelo, disse...

Senhores, mais respeito nos comentários! O Pedro Lomba é uma criatura inteligentíssima que odeia a política socrática. Como homem crítico tem esse direito e, enquanto cronista, essa liberdade.
Por mais que Sócrates tenha recebido no leito a já herança dos governos de direita do PSD-CDS, essa não pode ser desculpa bastante para justificar as más políticas que o nosso actual PM adoptou, v.g. obras públicas. Pretender legitimar a irresponsabilidade de Sócrates pela actual crise recorrendo tão sofregamente como se tem recorrido por partidários socialistas aos argumentos cliché de que a herança é democrata e a crise internacional, é sacudir a água do capote como tão bem se sabe fazer neste país à beira-mar plantado. É preciso ter calma nas acusações mas também não hiperbolizar a defesa: nem Sócrates é inocente nem o “Steps Rabbit” provavelmente fará muito melhor … Mas que Sócrates ludibria a opinião pública com os seus magníficos discursos de retórica política, só será mentira aos olhos de daltónicos. É com muita pena minha que não raras vezes oiço o seguinte (e infeliz) rasgo de sinceridade da boca de muitas pessoas: “Ai, eu gosto do Sócrates, ele fala muito bem. A crise é internacional e a culpa é dos que já lá estavam.” Talvez não possamos exigir muito mais delas, mas já doutras instruídas, formadas, já doutras que, por enquanto, esperamos não terem ainda vacilado ou sucumbido à queda fácil no patamar desse esquizofrenismo acéfalo (muito comum em massas partidárias, maxime juventudes partidárias); então destas pessoas digo que é, no mínimo, de se esperar uma opinião um pouco mais própria menos “invertebrada”.
Cumprimentos.

P.S.- Um homem com um nariz “grande” tem uma sensualidade que transcende a vulgaridade dos que não o possuem. ;)