segunda-feira, Abril 16, 2012

O vale tudo neste orçamento impossível

Rui Peres Jorge, O vale tudo neste orçamento impossível:
    'É à luz destes objectivos traçados para uma economia frágil e a soçobrar que deve ser lida a actuação do Governo nas últimas semanas. Só assim se percebem os múltiplos sinais de uma preocupante perda de coerência e previsibilidade na política orçamental.

    Há uma semana, perante o descontrolo das contas da Segurança Social o Executivo não hesitou em, de um dia para o outro, tirar o tapete a milhares de portugueses, suspendendo as reformas antecipadas e levando aos limites o princípio de que o Estado é pessoa de bem.

    O orçamento rectificativo que deverá ser aprovado esta semana vem apenas fortalecer essa perda de coerência. Por um lado confirma que o Governo já encaixou 272 milhões de euros de receitas extraordinárias com a venda de licenças de quarta geração móvel.

    Por outro, evidencia a má capacidade de previsão do Executivo em 2011 e a forma como, invertendo a receita defendida até agora e inscrita no orçamento inicial, a consolidação em termos estruturais passa a ser conseguida em 75% pelo lado da receita, como recentemente sublinhámos no blogue massa monetária a partir da análise da UTAO.

    O Parlamento aprovará um plano orçamental que dificilmente será cumprido. O Governo e a troika deveriam admitir isso o quanto antes, caso contrário continuaremos numa estratégia do vale tudo. O programa de ajustamento vai levar muitos anos e está apenas a começar.'

10 comentários :

Baltazar Garção disse...

Esta, sim, será verdadeiramente uma DÉCADA PERDIDA. Que ninguém tenha ilusões quanto a isto.

Anónimo disse...

O Abrantes que não sabe linkar voltou a postar

Anónimo disse...

Só recordar a socratice trapaceira que durante o governo do mentiroso do pinto de sousa foi tomada uma medida idêntica e por acaso não vi da parte do partido sócrates e dos seus apoiantes nenhuma palavra contra, por favor sejam honestos mas claro isso é pedir muito a gentinha que nunca o foi em 6 anos.

Anónimo disse...

Só recordar a Coelhice trapaceira que durante o governo do deposto do pinto de sousa foi tomada uma medida idêntica e por acaso vi da parte do partido do coelhóquio e dos seus apoiantes muitas palavras contra, por favor sejam honestos mas claro isso é pedir muito a gentinha que nunca o foi em 6 anos, não vão começar a ser agora.

Carlos Marque-se disse...

O parvalhão está-se sempre a repetir. Coitadito, "de cada um segundo as suas capacidades", já dizia o outro...

arebelo disse...

Será pedir muito a uma das arrastadeiras que nestas bandas espremem as meninges a soldo,quanto é que o Goebbels da propaganda lhes paga à linha?É que para tanta sabujisse e para figurarem com grande atraso mental ou como analfabetos, ainda deve ser uma nota preta!Será que lhes foi proibida a leitura dos sectores de economia na imprensa mesmo na que lhes é afecta que é a maioria?Ou ainda vão no tempo dos "desvios colossais"?

arebelo disse...

Para as arrastadeiras que com as limitações criativas que aqui fartamente evidenciam com o constante apelo a Sócrates,aqui vai mais uma do "malvado":segundo o FMI,Portugal tem o terceiro pior desempenho do Mundo e não é na "bogalhinha"!Quem são os piores dos piores, Grécia e SUDÃO!Grande Láparo e mais o esverdeado tatamurdo das finanças!

Anónimo disse...

Os gajos da propaganda mandaram vir do Brasil uma maquina de postar.
É só meter a cassete e prontsh.

Anónimo disse...

Em linha com a grécia e o sudão...VERGONHA E MISÉRIA, foi o que estes estarolas de direita trouxeram ao pais.A falta de vergonha das arrastadeiras é tanta que nem depois destes dados calam as bocas sujas, de mel do pote e do sofrimento dos portugueses.
Gentinha indigente, incompetente e nercisista, façam um favor ao país e atirem-se da ponte, de preferencia em manada, que é como gostam de andar.

Anónimo disse...

Esta canalha vai rebentar com esta merda toda !!!!!

http://economia.publico.pt/Noticia/indemnizacao-por-despedimento-baixa-para-seis-a-dez-dias-1542525