sexta-feira, setembro 12, 2014

Auto-retrato



        António José Seguro - Sabes como é que eu construí? A partir do terreno, falando com as pessoas. Nunca deixei de andar de Norte a Sul, das regiões autónomas ao interior…

        António Costa - Podes ter feito muitos quilómetros, o resultado é que é pouco…

Como escreveu Serras, «Seguro planta sementes de cravos e só nasce um. É uma bela alegoria, não intencionada, claro, à sua capacidade.»

4 comentários :

Anónimo disse...

Os cravos que o Antonio J.Seguros planta requerem muito estrume para crescerem.Mas os cravos que semeia secam logo à nascença.

Anónimo disse...

Este individuo acha que alguém deve votar nele por agradecimento?

Completamente idiota.

Não sei para quê disse...

Construiu o quê? Nada. Um sindicato de promessa de voto, que o levou ao poder sem qualquer programa político.Um problema é que ele pensa que a política é isto, o outro (para p PS pensar) é que ele chegou a Secretario Geral

Anónimo disse...

O PS, última esperança do eleitorado, está a desfazer-se em lama nas mãos deste Seguro complexado, despeitado e sem preparação para o cargo. É nisto que devem pensar os que vão votar no dia 28. E depois, tratem de ter cuidado e não deixem que se repita uma ordinarice destas.