sábado, outubro 11, 2014

Ainda a golden share


      «Devo registar que nesse ponto, talvez só nesse ponto, o primeiro-ministro tinha um pouco de razão e alguma hipocrisia no que ele dizia hoje no parlamento. Porque, virando-se para o Partido Socialista, [disse]: ‘Eu não sei como é que o Partido Socialista pode evocar o facto de a PT ter vindo a ser perdida, porque de facto é verdade que foi um governo do Partido Socialista que aceitou perder a golden share, ou seja, perder o poder decisivo do Estado’.»
        Francisco Louçã, ontem na SIC-N, numa alusão ao debate quinzenal

Os direitos especiais (a golden share) que o Estado, enquanto accionista, detinha na PT (assim como na EDP e na Galp) foram eliminados pelo Decreto-Lei n.º 90/2011, de 25 de Julho, na sequência de deliberação tomada a todo o vapor no Conselho de Ministros reunido em 5 de Julho de 2011. O governo de Passos Coelho, Vítor Gaspar & Paulo Portas havia tomado posse a 21 de Junho.

15 comentários :

Anónimo disse...

Um desonesto este Louçeiro, que saiu de cena para dar lugar ao primaço! É tudo os mesmo genes!

Anónimo disse...

https://www.dropbox.com/s/kfdpz36s8hmh9ki/Captura%20de%20tela%202014-10-11%2012.40.23.png?dl=0

Lince Vigilante disse...

Este fulanito e outros da sua laia - traiçoeiramente emboscados nos espaços ditos "da esquerda" - continuam a colaborar gostosamente na construção e manutenção da infame narrativa que a direita criminosa inventou para se alcandorar ao poder. Insistem portanto em ser, e disso nunca nos devemos esquecer, os melhores amigos e aliados do coelho, do portas e de outros malfeitores de semelhante jaez...

Olimpio disse...

Pois é, Sr Abrantes, mas ouviu um berro de indignaçâo ou um apupo a esta pulhice ou alguém do PS pedir a palavra para salvar a honra do partido?Não! O que eu vi foi o Ferro Rodrigues rir-se da pulhice e deixar ficar assim a mentira instalada para quem não lê este blog. Foi assim durante três anos de oposição Seguro. Ferro Rodrigues aprendeu como se faz.

Anónimo disse...

Este desonesto nunca mais é desmascarado, antes encoberto pela media e por toda a direita, pois dá jeito. Um padreca licencioso e mentiroso!
Toda a história da PT, do colossal investimento publico e conhecimento de topo que nos anos 90 passou (e bem) para a esfera privada, a internacionalização e entrada em bolsa, e a história da ganancia que tomou conta dos accionistas de referencia e seus representantes, como ficou na mão dos accionistas financeiros sem projecto, apenas para servir de vaca leiteira; de como a PT foi fazendo alianças desgraçadas e por fim vergou a uma empresa tecnicamente de quinta categoria na mão de brasileiros traidores da construção civil (Oi); da vergonha que constitui esta implosão da PT, para tantos personagens do capitalismo e da politica portuguesa dos últimos anos; da desgraça que isto é e será para o nosso pais - tudo foi ontem à noite narrado no Expresso da Meia Noite, adiantando importante informação, interpretada com alguma credibilidade e sentido patriótico por diversos personagens que fazem parte da história do projecto PT:joaquim ferreira do amaral, murteira nabo e luis nazaré. Tudo dirigido excelentemente pelo Nicolau Sanos.
estava também aquele rapaz borges de assunção, que posicionado como alto académico, sempre a debitar patelas liberais estereotipadas, mostrou apenas a sua costela sabuja e lobista.Mas convém ver.
NADA É NEUTRO E TUDO REPRESENTA INTERESSES, Até nada fazer ou dizer! O que se passou com a PT no tempo de Sócrates, as guerras de interesses, os personagens a levar e trazer,as disputas de accionistas, aquela OPA da SONAE, com a GoldenShare e a posição da Caixa, etc. tudo isso devia agora estar a ser escrutinado e objecto de interpretações credíveis. Mas é historia antiga.
Claro que o mais importante é o que se passou nos últimos 3 anos e acima de tudo o que se esta a passar agora. Erguer a voz.
?O PS nada tem a propor em termos económicos, legais, diplomáticos e nacionais? Para que serve a soberania? Ela só é exercida pelo Brasil?

Anónimo disse...

Ontem, noutro comentário a um post do CC, referi que poderia ter sido mau entendimento da minha parte.... Afinal confirma-se que não foi. Esta declaração do Louçã é mais uma daquelas em que a desonestidade intelectual atinge o nível de pulhice. Se o forem confrontar, vai com certeza dizer que estava no memorando da Troika, que isso vem no preambulo do decreto que elimina a golden share e que esse foi negociado pelo PS. É de pulha, não tenho duvidas!

Anónimo disse...

como é que se deixam propagar mentiras destas? se é que o passos o disse, e parece que sim, como pode o ps deixar passar isto. e como pode o passos ser tão mentiroso! e o louçã? bem, esse já sabemos quem é.

Anónimo disse...

Foi pena que Ferro Rodrigues não tenha lembrado ao Pedro, no Parlamento, quem é que se desfez da Golden share.

Anónimo disse...

Pois foi mas há mais dias de parlamento. E há mais deputados, que tem de se preparar rigorosamente, e armar-se da verdade dos factos. Mesmo que sejam dolorosos para o próprio PS. É para isso que lhes pagamos e o futuro não pode ser construído sem por a casa em ordem . Há que levantar uma ultima bandeira pela PT, porra.

Anónimo disse...

Pois, o Ferro é mole demais, pareceu-me - também esperava melhor,- o Ferro, espeta-se um par bandanrilhas ao aldrabão mentiroso.

foi o 1º debate, aguarda-se que não seja de salamaqueques como foi o 1º

Zé da Adega o da espereança

Joaquim Moura disse...

Revi partes do debate e voltei a confirmar a opinião com que havia ficado quando o vi em directo. A escolhe de Ferro Rodrigues para líder parlamentar foi um erro.
Tenho admiração e respeito pela pessoa de Ferro Rodrigues mas ficou claro que não tem as qualidades necessárias para o debate parlamentar.
Espero que seja o próprio a reconhecer o que ficou óbvio para toda a gente e facilite o encontro de uma solução sem por em causa o seu prestigio e a consideração que lhe é devida.

arebelo disse...

A cena repete-se,a escumalha atira as atoardas,as pulhices e as aldrabices cientes que estão a ser difundidas pela televisão e rádios,e o que faz quem de imediato deveria saltar do lugar e desmontar a mentira,nada,ri-se e das duas uma,ou está impreparado o que para começo é mau-e ontem uma bestunta que perdeu a camara de Gaia já veio com o que vai ser o lema direitola,a impreparação o vazio de ideia-,ou contagiou-se na "ébola"do inseguro o que é muito pior gera a descrença e frusta espectativas numa oposição digna do nome.

Anónimo disse...

Vergonhosamente, o Louçã também participou na campanha em curso para passar as responsabilidades deste descalabro da PT para o Governo de Sócrates, falseando a história das golden share.
O tiro de partida foi dado logo na quarta-feira, quando se soube de Zeinal Bava, no jornal das 8 da TVI, em comentário do "jornalista" Paulo Ferreira, que expressamente apontou responsabilidades a Sócrates, por este ter interferido na OPA falhada de Belmiro de Azevedo.
Mas esqueceu-se de dizer que, na altura, se dizia que Belmiro se preparava para vender a PT aos espanhóis da Telefónica. Talvez P. Ferreira preferisse esse destino?
Ontem, prosseguiu a campanha, de manhã com aquela resposta histérica aos gritos, aos berros, de PPCoelho contra Ferro Rodrigues.
De tarde, lá veio a habitual ajuda ao governo de um bronco chamado Daniel Bessa, a bajular e apoiar declarações do Belmiro.
A propósito: se naquela altura Belmiro estava disposto a dar 11.000 milhões pela PT, porque não entra agora nesta "guerra" para a comprar por 1.200 milhões?
É que o valor intrínseco da PT está lá, continua intacto, o saber, o avanço tecnológico, os trabalhadores, tudo! O que está a desaparecer rapidamente não é "a PT", o que está fugindo é o valor de mercado, especulativo. Não seria agora a melhor oportunidade para Belmiro comprar, se o interesse não fosse apenas de lucro especulativo?
E haveremos de assistir a mais episódios.
E o PS? Por onde anda? É verdade que não tem secretário-geral, mas tem uma presidente e, mais do que isso, o lider parlamenter que ontem deveria ter respondido à letra.
Mas, ou muito me engano ou Ferro Rodrigues não estará à altura para defrontar aquela maioria arrogante, agressiva, provocadora e mentirosa.
Não é com sorrisos e com notas previamente escritas que se responde num confronto parlamentar.
E se com Seguro era deprimente assistir aos debates, ontem chegou a ser doloroso ver F. Rodrigues.
Assim não vamos lá!

Anónimo disse...

Ja n há pachorra para tanta desonestidade intelectual. Do Louçã ao Jeronimo, do Passos a Belém...toda a escumalha junta contra o PS. Tremem q nem varas verdes! Mas o PS assim, a debitar papelinhos nos debates parlamentares, n vai lá. Deve ir à discussão quem está mais bem preparado para travar a "luta". O PS tem um grupo parlamentar bem preparado, tem gente nova com muita garra e com boa formção tecnica e argumentação politica. O líder da bancada n tem de ir a todas. Tem é de assumir-se como um bom coordenador. Isto n vai lá com jogos florais. E até o Antonio Costa parece meio adormecido. Terá sido da reunião com Cavaco?

Anónimo disse...

Meu caro Abrantes, isso cheira a aldrabice! O fim das golden shares estava no memorando da troika negociado pelo governo Sócrates, ele até admitiu na RTP este fim de semana que não podia fazer nada para as manter...