sábado, outubro 11, 2014

Fio de Ariadne

Ainda pensei que, tratando-se de um matemático, Nuno Crato estivesse a socorrer-se do método de tentativa e erro na colocação dos professores, procurando aperfeiçoar o algoritmo que os distribuiu a esmo pelo país fora. No entanto a realidade sugere-nos que, na melhor das hipóteses, o homem que explodiu antes de concluir a implosão do Ministério da Educação faz escolhas arbitrárias, fazendo lembrar o fio de Ariadne.

Com efeito, cada vez que toca ao de leve na Bolsa de Contratação de Escola a situação agrava-se. Veja-se, entre muitos outros casos, a história do professor que ficou colocado em 75 escolas depois de ter desistido do concurso.

Uma coisa parece certa: o alegado primeiro-ministro, segundo «fonte próxima» disse ao Expresso, não quer começar a deixar cair ministros, uma vez que isso significaria «deixar a equipa dissolver-se aos bocados e nunca mais segurar o Governo». Essa possibilidade só é admitida em São Bento em último recurso, após a colocação de todos os professores. Ora, perante a incapacidade revelada para resolver o imbróglio que criou, é certo que Crato continuará a ser fotografado nos conselhos de ministros até às eleições, entretido a corresponder-se com o secretário de Estado do CDS-PP apenas através de e-mail.

7 comentários :

Anónimo disse...

""A agência de notação financeira Fitch anunciou esta noite que mantém o rating da dívida portuguesa no nível BB+, já considerado "lixo", mas atribui ao país uma "perspetiva positiva"".

Isto não nada tem a haver, mas, acaba por ter, é que dizem Portugal é lixo BB+

A culpa é do Sócrates dizem os ranhosos.

Zé da Adega o da Esperança

Anónimo disse...

ISTO NÃO TEM NADA A VER! Percebido? É português!

S. Bagonha disse...

A mim, o que "ainda" me consegue espantar, mas espantar mesmo, é a falta de brio, de personalidade e de vergonha destes grandes filhos de puta. Que merda de gente é esta que, apesar de toda a porcaria que têm feito, todos os enxovalhos que diariamente levam, de eles próprios se auto-enxovalharem através dos próprios actos e palavras, não têm um pingo, um só que seja, de orgulho e se demitem dos cargos que ocupam.
Merda de gente!!!

Jose Montenegro disse...

Ainda vão demorar muito tempo paqra se irem embora?

Anónimo disse...

o Crato é economista, não é matemático.

Anónimo disse...

Crato é um cretino.Ponto. Aliás, ser um grandesissimo cretino é condição necessária para se manter neste governo de cretinos.
Espero sinceramente que o povo português tenha aprendido a lição : a direita portuguesa é e sempre será MERDA.Da mais castanha e mal cheirosa MERDA.
Vejam lá se votam como deve ser nas próximas.

Farto de VIGARISTAS E PULHAS até ao tutano disse...



Inteiros, ou aos bocados, o que interessa mesmo é que esta cambada nojenta CAIA. E bem depressa.