domingo, novembro 02, 2014

Um provocador no serviço público de televisão

Vasco Pulido Valente, hoje: «Imploro ao sr. José
Rodrigues dos Santos que não me pisque mais o olho.
»

Miguel Luís da Fonseca no Facebook o seguinte:
    «ACABEI DE ESCREVER ISTO NA PÁGINA DA RTP: José Rodrigues dos Santos, numa atitude provocatória, todos os domingos, anuncia: vem aí a Cristina Esteves. No jornalismo, o que se realça é o entrevistado, o comentador, não o jornalista, não o apresentador. O que ele devia anunciar é: vem aí JOSÉ SÓCRATES!»
Como este provocador de meia tijela tem rédea solta, não apenas anuncia que o programa que se segue é com Cristina Esteves como, imediatamente antes, convida os telespectadores a mudarem para RTP Informação, sob um qualquer pretexto de ocasião. No serviço público de televisão, não há ninguém que ponha ordem nisto?

17 comentários :

Ricardo António Alves disse...

Este gajo fez a mesma palermice com o M. Sarmento, certamente para disfarçar o acinte.
O episódio de hoje passa-se no mesmo Telejornal que omite os confrontos em cidades francesas entre polícia e ecologistas, e destaca o 'Like a virgin' da freira italiana.
É demasiado mau e mentecapto.

Anónimo disse...


Sérgio Sousa Pinto (Facebook):

·

.

Torna-se difícil defender a televisão pública e a sujeição da privada a critérios de serviço público. Entre paroquianos com chuços, freiras pop, facadas e futebol às toneladas, o jornal das 8 da RTP 1 de hoje, 2 de Novembro, foi feito para atrasados mentais, por atrasados mentais. Depois digam que o nosso problema é sermos pobres.

Anónimo disse...

O rapaz gosta é de fazer-se passar por reporter de guerra, autor de novelas à arroba, ou (isso para ele é o máximo) servir de tapete ao poder dos ultraliberais neofascistas que nos governam!Quem topava bem este orelhas que n faz nenhuma na RTP, senão n tinha tempo para escrever tantas novelas baratas com a presunção de ter descoberto a vida no além, sobrando-lhe tempo ainda para "dar aulas"( n digo ensinar), quem, o topava, dizia eu....era o Almerindo Marques. Se não tivesse saido tão cedo da rtp, o Almerindo fazia-lhe a folha e ele n piscava mais o olho. Assim vai debitando a incompetencia de orelha a orelha com uma cabaça no meio, numa salgalhada que faz o alinhamento do telejornal um nojo que ninguem pode levar a serio!Até um dia!

Anónimo disse...

É impressionante o facciosismo que impera neste blogue e em algumas páginas do FB.
É Sócrates para cá, comentador Sócrates para lá e um jornalista já não pode ter um tique na vista sem ser acusado de faccioso.

Há muita pobreza, sim, mas de espírito.
Nem que me pagassem eu ouviria esse comentador que veio de Paris, para comentar, gratuitamente, em toda a acepção da palavra, na RTP.

Janita

Anónimo disse...

Um provocador que nem teve estaleca para continuar a enfrentar Sócrates.

Anónimo disse...

Um comentador que acusa este blog de facciosismo ao mesmo tempo que se recusa a ouvir alguém só porque não gosta dele, tem de facto a sua piada.
É das coisas que mais me irrita : gente que prega a moral aos outros enquanto a atropela com toda a lata e displicencia dos ignorantes...

Maria Salgado disse...

Este comentador como esta sra Janita lhe chama, submeteu-se a comentador para se poder defender das calunias que esta corja a quem somos obrigados a aturar como governo.

james disse...

Quando na TVI o jornal da noite abre a sua emissão com a notícia de que foi, finalmente, encontrado o vencedor do euromilhões, está tudo dito.

Lamento mas não consigo perceber a diferença entre serviço público e serviço privado de televisão e só sei que acomunicação social atingiu o grau ZERO.

Anónimo disse...

jornalista? um jornalista faz jornalismo, o orelhas é apresentador de telejornais. Quando entrevista alguém viola todos os códigos deptologicos dos jornalistas. É um boneco que lê um ponto e pisca o olho. Não vamos mistificar as coisas.

Anónimo disse...

Desde 2002, que a RTP baixou o nível de qualidade. E assim é, porque foi em 2002 onde lá se meteram os instrumentos do tal "Novo Regime".
Desde então, que é missa aos domingos e neo-fascismo a bordos.

Anónimo disse...

Coitadito do orelhas! Deve fazer parte da terapia que lhe foi prescrita após ter sido repetidamente atropelado por josé sócrates.

Anónimo disse...

É típico dos ignorantes confundir apresentadores de telejornais com jornalistas. São coisas diferentes.

Anónimo disse...

E a barulheira de fundo com gargalhadas e tudo durante o decorrer do programa ? É assim há mais de um mês, nunca se viu tamanha falta de respeito. Já que não têm respeito pelo convidado que tivessem pela Cristina Esteves que trabalha naquela casa.
É tudo uma cambada de lambe botas.

Ernestina Sentieiro disse...

A estação pública é ultragenerosa com José Rodrigues dos Santos. A nenhum, repito a nenhum, escritor consagrado ou simplesmente principiante são oferecidos largos minutos de promoção de livros em pleno telejornal. Aqueles minutos custam milhões e a que título são de borla para aquele autor? Só por "ser da casa"?!

Arroba de estrume disse...




Este pintas é um merdoso.

Morgado De Basto disse...


O Drama Maior de Qualquer País(Pobre ,Remediado ou Rico)é quando todos os poderes,pequenos ou grandes,foram tomados por Mercenários ao Serviço de uma Seita de Bandidos de Alto Coturno.

Em Portugal,para todos nós,Cidadãos Comuns que trabalhamos para Viver, Alguns,sobreviver, a maioria,esbulhados com taxas e impostos,infelizmente,correm tempos de escuridão dos quais não se vislumbra um raio de luz.

Anónimo disse...

Um dos maiores erros de Sócrates; não limpou a estação publica desta "espécie" de jornalistas abolotados.
Foi depois comido por estas abéculas quando foram descongelados to kill.