terça-feira, outubro 06, 2015

A austeridade ganhou ou perdeu as legislativas?
E vai ganhar ou perder as presidenciais?

• Paulo Pedroso, A austeridade ganhou ou perdeu as legislativas? E vai ganhar ou perder as presidenciais?:
    «Há duas perguntas incómodas mas a meu ver decisivas na interpretação dos resultados eleitorais de domingo e na escolha dos caminhos políticos nos meses que aí vêm. A austeridade ganhou ou perdeu as eleições? Se perdeu, há capacidade política e apoio popular suficientes para lhe gerar alternativas políticas nesta legislatura? Se a austeridade tiver perdido, como acho que perdeu, a prioridade principal é a da construção de alternativa consistente e com apoio popular à essa austeridade, o que o "quadro macroeconómico" do PS manifestamente não conseguiu e implicaria muito trabalho político, com espíritos abertos em toda a esquerda, que está por fazer. Se as esquerdas escolherem o caminho da construção de alternativas, o modo como se relacionam com as candidaturas presidenciais é uma grande prioridade imediata. Vai Portugal eleger um Presidente da República solidamente comprometido com as alternativas à austeridade ou vai escolher um Presidente que referende o caminho actual? O empenhamento das esquerdas nas presidenciais e a capacidade política para gerir o caminho que escolherem vai determinar se o pêndulo está ainda a balançar contra o PSD+CDS ou se está já de regresso ao crescimento da direita.»

18 comentários :

Rosa disse...




Concordo com Paulo Pedroso...Marcelo é demasiado "engagé" com a direita para ser eleito PR...

pedro disse...

O padre da tvi ganha isto com uma perna a's costas.e' o q povo gosta.se fosse um da quinta dos segredos era igual.este povo português e' esquizofrenico.

Anónimo disse...

Parece-me, que o dr.Marcelo, contador de anedotas e outras coisas mais - para mostrar a sua valentia, ao mandar um salto encarpado da ponte sobre o Tejo, longe do esgoto, diga-se - então temos Presidente - a primeira intervenção na retórica na SIC é com o gato fedorento.

Zé da Adega..o da Esperança

Anónimo disse...

Papas, bolos e comentadores da bola e assuntos gerais e comediantes é o que a rapaziada gosta. Já tá ganho!!!

Anónimo disse...

Este Marcelo é um maroto de rabo pelado- já esta a construir o discursinho da convergência anti-austeridade mas pouco - Trinca portugueses tenrinhos ao pequeno almoço e ainda lhe vai sobrar para palitar os dentinhos de rato.

Anónimo disse...

Duvido que Marcelo ganhe.

Jose Reis disse...

Será que vamos ter uma "sirizada" em Portugal?

1 - O PS não perdeu as eleições!(aumentou cerca de 180 mil votos)
De facto não as ganhou porque não conseguiu, em virtude da sua ambiguidade, captar os quase 750 mil votos que a direita perdeu para a abstenção (cerca de 320 mil votos).

2 - O BE foi buscar cerca de 260 mil votos aos socialistas descontentes com o seu partido, mais uma vez em resultado da sua ambiguidade.

3 - O PC não consegue ir buscar votos ao PS (dificilmente os "socialistas" votam neles) nem tão pouco à extrema esquerda do "caviar" (com discursos muito vagos e insinuantemente apelativos).

4 - Que solução?

O PS está metido numa "camisa de sete varas".

Se aprova, por omissão ou apoio, as medidas de uma direita minoritária no parlamento e no país, está "feito ao bife".
A direita aproveita-se desse apoio e daqui, mais ou menos 1 ano, temos eleições, jogando com as divisões provocadas no PS, para alcançar a maioria absoluta.
E nestas eleições lá vai o "siriza" português engrossar o seu pecúlio.

Caso o PS não apoie a direita só lhe resta um entendimento à sua esquerda.
Neste caso, penso que o entendimento mais estável e duradouro seria com o PC, o que não acredito devido ao sectarismo de ambos os partidos.
Caso opte com o BE teria um acordo com um partido, interiormente disperso, muito volúvel.

Uma aliança entre os três seria a solução mais indicada porque demonstraria que os dogmas de uns e de outros estariam esbatidos e a volatilidade de outros contida.

Veremos o que o futuro nos reserva, tendo ainda em cima da mesa a questão presidencial que pode ter uma influência substantiva neste quadro.

Anónimo disse...

Nem vale a pena sonhar. Depois duma campanha incompetente (onde António Costa até foi o menos mau) e uma gestão das presidenciais absurda (os PaFs já estão a preparar umas prebendas de agradecimento para a Sra Belém) bem podem encomendar as almas a s. Marcelo.
À direita já concluiu o seu trabalho de formatação dos espíritos com a ideologia do cada um por si e uma esmola aos pobrezinhos para não parecer mal. E Com esta "esquerda" não vamos lá ...

Anónimo disse...

Nem vale a pena sonhar. Depois duma campanha incompetente (onde António Costa até foi o menos mau) e uma gestão das presidenciais absurda (os PaFs já estão a preparar umas prebendas de agradecimento para a Sra Belém) bem podem encomendar as almas a s. Marcelo.
À direita já concluiu o seu trabalho de formatação dos espíritos com a ideologia do cada um por si e uma esmola aos pobrezinhos para não parecer mal. E Com esta "esquerda" não vamos lá ...

arebelo disse...

O PS tem que dar forma ao que foi uma votação clara e maioritária,um NÃO redondo às políticas das austeridades.Convergir com os pafiosos pricipalmente nesta matéria,seria o descrédito total e uma abjeta direita em maioria absoluta nas próximas eleições.

Anónimo disse...

Marcelo será o proximo presidente da republica! Não tenho qualquer duvida disso.

Olimpico disse...

A direita chegou ao resultado que se sabe, por que conseguiu "amarrar" o PORTUGAL PROFUNDO, e também por terem sabido dar muitas"flores" a Catarina Martins. Após o debate,
Até vos comentadores do "regime" elogiaram Catarina. Como eu os compreendia. Até o aluguer do pavilhão teve o patrocínio da PT.A direita utilizou todos os espedientes que conseguissem desviar votos do PS para a abstenção e outros partidos. Parecia que voltavam a ressuscitar a Aliança com que derrubaram o PS....

NB: O PORTUGAL PROFUNDO de Passos Coelho,são os Portugueses das reformas de miséria e aqueles que utilizam as cantinas Sociais. Incutiu-lhes o medo de poderem perder isso, e como se pode verificar resultou . Já viram por que defendem este tipo de apoio? A cultura Salazarenta ainda está viva da..SILVA...

Fernando disse...

Eu não votei no PS para agora ouvir tantas vozes socialistas a dizer que temos de dar a mão aos direitolas mais sacanas que me lembro. Até o poderio económico já vem dizer que é preciso chegarem a entendimento. O mesmo PS , e António Costa que dizia na campanha que não havia maneira de entendimento pois um queria ir para o Porto e outro Algarve, os mesmos sacanas que durante 4 anos "cagaram" na cara dos socialistas em tudo, arrogantemnte, que mentiram descaradamente, que tiveram um comunicação social vergada a seus pés, maais a as sondagens manipuladas, que na minha opinião foram as responsáveis por este resultado, mesmo que agora queiram dizer que afinal acertaram. Não, manipularam para que o efeito fosse este . Não me lixem. Juntem-se a essa gentinha e eu que votei sempre socialista não voto mais. Em nenhum. E ainda me junto aos 40%...

Júlio de Matos disse...



Concordo com José Reis. Mas voltarei com mais tempo ao assunto...

Anónimo disse...

venceu a austeridade. perderam o arbítrio da coligação, os gatos assanhados uns com os outros do ps e a aldeia gaulesa do pcp.

Catarina ganhou, é verdade. o amigo tsipras também: e acaba de espetar um corte de seis mil e quatrocentos milhões nas nádegas dos gregos. mas isso não interessa. o cadeirão continua a ser dele.

ah sim...vamos sair do euro, da ue, nacionalizar a banca, a indústria, pôr o capital a produzir para a nação, fazer a reforma agrária e recambiar para a pildra os sabotadores e o amanhã será hoje

Anónimo disse...

Perguntar não ofende: se o Marcelo for a PR leva para Belem a amiga com quem anda há mais de 20 anos, a mana do ricaço papa-tudo, a que foi braço direito do Ricardo Salgado? Se assim for, a Igreja vai achar bem? Ou fecha os olhos porque o mafarrico do comentador anda sempre no beija-mão aos bispos? Vai ser muito interessante de verificar.

fernando disse...

A ouvir sinais de Fernando Alves hoje quarta na tsf e a bicada aos pseudo jornalistas e comentadeiros do arco da governaçao.

Anónimo disse...

O que me deu volta aos intestinos foi ouvir logo na manhã os Pedros Adões e Silvas a querer correr para os braços da coligação com o coro dos Baldaias e afins sempre a denegrir os resultados do ps e do Costa qd são estes comentadeiros que manipulam as pessoas fazendo crer que o Costa fez tudo mal mas os outros mentirosos podiam dizer as maiores barbaridades q os Baidaias achavam excelentes e como este ha muitos e realmente o Fernando Alves faz referência a essa manada onde se incluem infelizmente muitos socialistas apologistas do arco da governação.