quarta-feira, abril 18, 2007

Soltem os cães!

O crime de Sócrates foi ter utilizado o título de engenheiro não estando inscrito na respectiva ordem profissional. Tanto quanto me tenha apercebido é a primeira vez que os jornais dedicam atenção a esta questão tão relevante: um licenciado em engenharia só é engenheiro se estiver inscrito na Ordem dos Engenheiros. Por exemplo, quantos arquitectos estão inscritos na Ordem dos Arquitectos ou quantos economistas na Ordem dos Economistas?

Mas eu próprio ando entusiasmadíssimo com a questão dos títulos. Estou com alguns amigos meus e dou comigo a pensar:

    Sacana, tu não és engenheiro. Nunca me mostraste a cédula...

Fiz uma breve pesquisa pelo Diário da República e, desde 1985, foram nomeados ministros, secretários de Estado ou subsecretários de Estado os seguintes engenheiros (assim referidos nos diplomas):

    Decreto do Presidente da República n.º 54/85, de 6 de Novembro

    Engenheiro Eurico Silva Teixeira de Melo;
    Engenheiro Pedro José Rodrigues Pires de Miranda;
    Engenheiro Álvaro Roque de Pinho Bissaia Barreto;
    Engenheiro Fernando Augusto dos Santos Martins;
    Engenheiro João Maria Leitão de Oliveira Martins;
    Engenheiro Luís Fernando Mira Amaral.

    Decreto do Presidente da República n.º 56/85, de 8 de Novembro

    Engenheiro António Fernandes Couto dos Santos;
    Engenheiro Carlos Alberto Martins Pimenta;
    Prof. Engenheiro Eduardo Romano Arantes e Oliveira;
    Engenheiro Joaquim António Rosado Gusmão;
    Engenheiro Jorge Manuel de Oliveira Godinho;
    Engenheiro Jorge Manuel Águas da Ponte Silva Marques;
    Engenheiro Luís Manuel Pêgo Todo-Bom;
    Engenheiro Luís Filipe Sales Caldeira da Silva;
    Engenheiro José Bernardo Veloso Falcão e Cunha.

    Decreto do Presidente da República n.º 25/91, de 24 de Abril

    Engenheiro José Macário Correia.

    Decreto do Presidente da República n.º 57/91, de 31 de Outubro

    Engenheiro António Fernando Couto dos Santos;
    Engenheiro Luís Fernando Mira Amaral;
    Engenheiro Joaquim Martins Ferreira do Amaral;
    Engenheiro Fernando Manuel Barbosa Faria de Oliveira.

    Decreto do Presidente da República n.º 58/91, de 5 de Novembro

    Engenheiro Carlos Alberto Silva de Almeida e Loureiro;
    Engenheiro Luís António Damásio Capoulas;
    Engenheiro Luís Filipe Alves Monteiro;
    Engenheiro Jorge Manuel Antas;
    Engenheiro Álvaro Severiano da Silva Magalhães;
    Engenheiro António Manuel Taveira da Silva;
    Engenheiro José Manuel Álvares da Costa e Oliveira.

    Decreto do Presidente da República n.º 80-C/95, de 28 de Outubro

    Engenheiro João Cardona Gomes Cravinho;
    Engenheiro Fernando Manuel Van-Zeller Gomes da Silva.

    Decreto do Presidente da República n.º 85-A/95, de 30 de Outubro

    Engenheiro José Manuel Lello Ribeiro de Almeida;
    Engenheiro José Rodrigues Pereira Penedos;
    Engenheiro Emílio José Pereira Rosa;
    Engenheiro Norberto Veiga de Sousa Fernandes;
    Engenheiro José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa;
    Engenheiro António Ricardo Rocha de Magalhães.

    Decreto do Presidente da República n.º 24-D/2002, de 8 de Abril

    Engenheiro Francisco Manuel Rodrigues de Seabra;
    Engenheiro Jorge Fernando Magalhães da Costa.

    Decreto do Presidente da República n.º 38-A/2004, de 21 de Julho

    Engenheiro Manuel Correa de Barros de Lancastre;
    Engenheiro Carlos Manuel Duarte de Oliveira;
    Engenheiro David Ribeiro de Sousa Geraldes;
    Engenheiro Luís António Pires Pinheiro;
    Engenheiro Pedro Miguel Santos de Sampaio Nunes;
    Engenheiro Jorge Fernando Magalhães da Costa;
    Engenheiro Jorge Manuel Martins Borrego;
    Engenheiro Jorge Manuel Lopes Moreira da Silva.

    Decreto do Presidente da República n.º 20/2005, de 12 de Março

    Engenheiro Mário Lino Soares Correia.

    Decreto do Presidente da República n.º 20-B/2005, de 14 de Março

    Engenheiro Rui Nobre Gonçalves
    Engenheira Ana Paula Mendes Vitorino.

Dr. José Manuel Fernandes, solte os cães. Toca a investigar. Era o que mais faltava, licenciados em engenharia a fazerem-se passar por engenheiros!

71 comentários :

alanys disse...

Dr. José Manuel Fernandes, chamou os seus jorna.... digo, cães, e deu-lhes de cheirar os nomes de tanto eng, e diz "busca! busca!Procurem quem não está registado na Ordem."

:)

Anónimo disse...

Não mostres listas, ó ALDRABÃO.

Explica lá quando é que o Sócrates acabou o curso...

Foi em 8 de Setembro de 1996, diz a UnI, mas é contraditório com o "certificado" da Covilhã, que diz que foi em 8 de Agosto de 96, o que é contraditório com a "prova" escrita de Inglês Técnico que é de 22 de Agosto de 96, "avaliada" em 26 de Agosto de 96.

Explica lá isso, ò Abrantes e deixa-te de MERDAS.

Esta CANALHA está a pretender aldrabar o POVO. Claro que neste, a ARRAIA MIÚDA se está cagando. Mas o POVO não é só arraia miúda.

VIGARISTAS!

Anónimo disse...

Concordo com o anónimo anterior.
Não nos atirem areia para os olhos e expliquem as inúmeras incongruências que subsistem e até se agravaram com a conferência de imprensa, como é referido no comentário anterior.
O "certificado" da Câmara da Covilhã está por explicar, tendo em conta a data agora indicada como tendo sido a da conclusão da licenciatura.
Deixem-se de tretas e comecem a dar explicações sérias, se conseguirem.
Deixem lá o José Manuel Fernandes e os cães em paz e abram o jogo.

Anónimo disse...

Ao anónimo anterior,( um, que escreve por dois...)

Desde quando um aluno tem responsabilidade na parte administrativa da escola?
Você(s) datou o seu diploma e os papeis que fazem parte do dossier de aluno? è preciso ser ignorante ou desonesto para acusar um aluno dos erros administrativos.

o escumalha disse...

O sr. dr.(licenciado) jmf, exmo. reverendissimo director de um jornaleco que dá pelo nome de "público", tem aqui neste blog a sua grande oportunidade de contribuir para apurar "TODA" a verdade , incluindo também a forma como obteu a sua licenciatura. Nós os do povinho também queremos a verdade sobre os jornalistas que se etitulam de drs., quando muitos vós não passam do 12º. ano.conheço alguns. Outros de vós tem formação em filosofia,psicologia,RELAÇÕES INTERNACIONAIS, markting, etç.mas gostais que vos chamem de jornalistas, não é? como sois palahaças neste circo mediatico.Haja quem atire a primeira pedra.

alanys disse...

Começo a duvidar da saúde mental de muitos jornalistas e politicos da oposição.
Não saberão fazer oposição, sem usar estes esquemas das insinuações e calunias?

Os jornalistas da tvi parecem rafeiros a quem mandaram atacar para receber o osso de recompensa.

Gostei do bombástico desta noite.
Isto tudo já enjoa.

francisco dias disse...

Todos aqueles que apostam as suas memorias revanchistas sobre SOCRATES, são pessoas mentalmente falidas ,invejosos até ás visceras nauseabundas,inquisionistas no pior dos termos e fisiologicamente repelentes. Mais adjectivos para quê? Com esta espécie de gente, que presumo, vegeta pelas repartições do estado, corporativos na sua essência, mamando na têta dos nossos impostos. Com SOcrates a têta está secando, razão primeira para tanto ódio no vosso (?) coração.

Anónimo disse...

...e nem um textozeco sobre a Conferência do arresto de um Governo, de um partido, de um PM e de um país por uma Universidade da Mula Ruça...?

Anónimo disse...

Como eu sou de letras, aqui vos deixo um mimo que circulava hoje na rede.

Sócrates n'«Os Lusíadas»!
versão século XXI



As equivalências e os termos assinados,
Que na ocidental raia Lusitana,
Por cursos nunca antes frequentados,
Passaram ainda além dos seis dias da semana,
Em betão armado e pré-esforçado,
Mais do que prometia a desfaçatez humana,
E entre gente bem mais douta edificaram
Novo currículo, que tanto sublimaram;

E também as notícias gloriosas
Daqueles feitos, que foram omitindo
A Lisura, a Hombridade, as Virtudes valorosas
Das corporações que foram destroçando;
E aquele, que por obras viciosas
Se vai da lei da respeitabilidade libertando;
Sobranceiro, entre pares, no plenário,
Cantarei, se a tanto me ajudar o engenho sanitário.

alanys disse...

Deviam colocar na lista dos excedentários da FP, todos os inspectores do Ensino Superior dos últimos 15 anos. Em ultima análise confirma-se que eles não fizeram o trabalho que lhes era devido.
Não fizeram uma inspeção pedagógica nem administrativa nem financeira.

alanys disse...

Francisco Dias,
"Com SOcrates a têta está secando, razão primeira para tanto ódio no vosso (?) coração."

Concordo com o que escreveu.
Esta gente só pensa no próprio umbigo e quer lá saber do superior interesse do país. A teta do Estado anda-lhes a secar com o Socrates. Ainda acham que não roubaram tudo, num país em que o fosso entre os ricos e pobres é o maior da Europa.

Anónimo disse...

Volto a dizer. O Abrantes é um cão de fila dos xuxialistas no poder. Faz de tudo para agarrar o tachito dele, da mulher, da irmã etc. etc.

É enorme o desespero em defender o aldrabão Sócrates...
dasssse, grande tachista doente.

Anónimo disse...

Segundo a TVI, o velhote do Sócrates também já mamou da tetazita do estado... "tá justo". O homem merece, com os desgostos que o filho lhe dá.

Já mandei um fax com a última cópia do meu filho (que tem 7 anitos) e um cartão do Pingo-Doce (que dá descontos) para o Colégio da Barra (dos Morangos com açucar) para ver se o puto me faz o 12º ano.

Anónimo disse...

A notícia do Público hoje trazia aí a fotografia do seu autor? Não era o Mendes que aparecia a espreitar?
Aliás consta por aí nalgumas redacções que Mendes, ele próprio, andou a distribuir a folha de inglês do Sócrates a alguns órgãos de informação - será verdade?

alanys disse...

Uma familiar de um politico perde direitos, por ser familiar?
O pai de Socrates é arquitecto e tem direito a exercer a sua profissão.

Os jornais estão falidos e usam este tipo de noticias para ver se vendem mais.

Anónimo disse...

José Manuel Ferandes Doutor? Só se for da mula russa...

Anónimo disse...

Jornalistas de algumas redacções, vocês sabem que o lic. Mendes andou a distribuir ele próprio documentos do dossier de aluno do Sócrates? De que estão à espera para denunciar?

Anónimo disse...

Desconfio muito dos assanhados que vejo para aí a atirar pedras. Geralmente são os piores.

alanys disse...

E as centenas ou milhares de estudantes que fizeram os respectivos cursos na UNI, que tem de ser defendidos contra a desorganização e caos da instituição que estudaram e confiaram.

Deverá haver da parte do Ministerio ensino superior, o trabalho de comparar o escreveram os inspectores quando fizeram inspecção na UNI e confrontar com a realidade descoberta recentemente. Deviam ter um processo disciplinar.

Não teriam eles,sido subornados pelos donos da UNI para fechar os olhos ou foram incompetentes?

Anónimo disse...

Mas desde quando é que um licenciado em engenharia não é engenheiro? Só mesmo em campanhas montadas que se limitam a atirar bojardas para o ar e a certa altura já não sabem como é que começaram.

Anónimo disse...

Não percebo o Dr. Mendes. Ele acha que se, eventualmente e por hipótese, o Sócrates não fosse engenheiro isso lhe dava o direito a ele Mendes de ser primeiro ministro?
A defecação mental tomou conta dos intereses de Mendes ou o Mendes dos interesses passou à defecação mental por conta?

alanys disse...

E quantos arquitectos não estão inscritos na ordem?
Deixam de ser arquitectos, passam a ser- Sr. lic. de arquitectura?

Isto é ridiculo.

Anónimo disse...

Só pergunto se o Sr. Arquitecto teria a mesma sorte se o filhinho não fosse quem é. com milhares de arquitectos que existem neste país, tinha logo que ser o pai do PM a ganhar aqueles concursos todos. Que coincidência! O homem deve ser mesmo dotado. E para o trabalho em causa é necessário um homem da mais cega confiança, um caso de segurança nacional. Tenham vergonha!

Se calhar estão falidos porque não atendem assessores atrapalhados com as burradas dos ministros. O Alberto João têm um na Madeira bem pago que faz inveja ao Sócrates.

Alias se procurarem bem nas listas (que estão muito na moda) os assessores que são familiares de politicos ou afins, vão ter muito que escrever.

Anónimo disse...

Eu também já ouvi dizer que o Mendes entregou ele próprio a alguns jornalistas cópias da folha de inglês do Sócrates. Será boato? Será pressão? Ou é apenas mais um elemento de uma campanha negra com assinatura?

Anónimo disse...

Já não é de agora que o Público do Belmiro e do serventuário Fernandes fazem as suas campanhas contra o Sócrates.

Anónimo disse...

Já não percebo nada, afinal o Ferandes é dr. ou não é dr.?

Anónimo disse...

Miguel Abrantes,

Se investigar no Google verifica que o sr. Fernandes aparece como dr. em vários eventos.

Se quiser poderá confirmar isto facilmente. Ora se este sr. não for dr. como aparece, então termos de concluir que nem por sr. merece ser tratado

Anónimo disse...

A lista é para quê, Miguel?

Para ver quem acompanha o Primeiro Mentiroso na lista dos que compram diplomas, inventam mentiritas, negoceiam benesses ou aldrabam os jornalistas e o país?

Se é, acho muito bem.

Anónimo disse...

Em comentários noutros locais ficaram algumas perguntas por responder ainda:

1) Mendes deu aulas na Independente?

2) Quando?

3) Que aulas deu e que alunos teve?

4) Quanto é que recebeu e onde estão os recibos

Do carácter dele ao fazer da licenciatura do outro o seu tema de oposição já nós aferimos. Mas a resposa a estas questões podem dar uma outra resposta sobre o seu verdadeiro carácter.

Anónimo disse...

O sacana do Belmiro não quis comprar o CCB, tive de o vender a outro. E se não consigo fazer a Ota e TGV para vender a alguém estou tramado, lá se se vão as contas com Bruxelas.
Os espanhois bem podiam dar uma ajuda, que cambada.

Como nada disto resulta vou aumentar outra vez o ISP que com esse eles não fazem barulho, e podemos sempre dizer que a culpa é dos árabes.

Assinado:

Sócrates

nota: para não por PS, parecia mal

(não confundir com o licenciado em Filosofia e já falecido) eu é mais Engenharia... ou será Direito?

Anónimo disse...

O caso da licenciatura só mostra que certa oposição não tem temas, nem talento, nem ALTURA para almejar mudar de estatuto.

Anónimo disse...

OS PORTUGUESES NÂO SÃO PARVOS!!

"Ao fim e ao cabo, no processo simbólico de codificação e descodificação da comunicação, como é que os eleitores processaram o conjunto de afirmações, de insinuações e de boatos que encheram o espaço mediático? Qual terá sido, neste contexto cognitivo, o papel dos opinion makers?

É sempre excitante, como se de um encontro de velhos conhecidos se tratasse, para quem ensina e investiga estas matérias, reencontrar, empiricamente, os paradigmas teóricos que o tempo não apagou.

De acordo com a sondagem, quanto maior foi a exposição das audiências aos opinion makers, maior é a convicção de que houve manipulação nos ataques a Sócrates: 77% dos que viram/ouviram os comentadores sem terem seguido a entrevista em directo, 72% dos que viram/ouviram a entrevista e os comentadores, 59% dos que só viram a entrevista, desinteressando-se dos opinion makers, e 48% dos que não estiveram expostos a nenhum destes dois eventos mediáticos acreditam que houve manipulação.

Há mais de meio século que se vem demonstrando que os media não podem tudo, que na dinâmica comunicacional o receptor pode contar tanto ou mais que o emissor e que as audiências se autonomizam, chegando a descodificar os mecanismos dos que as querem manipular, por vezes com um ensurdecedor “BASTA”!
Jorge de Sá, Director técnico da sondagem




--------------------------------------------------------------------------------


__._,_.___

Anónimo disse...

NOTA O MESTRE BALBINO
APAGA TODOS OS COMENTÁRIOA QUE NÂO APLAUDEM A SUA CRUZADA!!
ESCLARECIDOS...

Anónimo disse...

De uma coisa coisa podemos ter a certeza, mesmo que não fosse licenciado, Sócrates já demonstrou que é melhor primeiro ministro que o país já teve. E é axactamente por isto que esta campanha lhe está a ser lançada pelo jornalismo tabloide. Mendes a fazer esta opsição não servia nem para a associação de estudantes.

Anónimo disse...

Será que o País precisa deste tipo de campanhas?

Anónimo disse...

Acho injusto as acusações que têm sido feitas ao jornal PÚBLICO. Afinal numa época de crise e em que as vendas estão a baixar eles apenas estão em contenção de custos. Já despediram meia redacção (só ficaram os da linha Fernandes); mudaram o formato e diminuiram as palavras e quanto a este caso da licenciatura estão na mesma onda: repetem, repetem, repetem, repetem, repetem, repetem, repetem, repetem e vão fazendo render o peixe. Será que ainda se faz ali jornalismo? Será que ainda é um jornal?

Anónimo disse...

Em resposta a um anónimo anterior:

O José Manuel Fernandes não é licenciado. O mesmo já reconheceu isso várias vezes.

Anónimo disse...

Sócrates não vai ficar na História.
Parece-me indiscutível.
Não por ser um vigarista.
Mas por ser um vigaristazito.
Falta-lhe dimensão.
Se ele todo fosse nariz...

alanys disse...

FRUSTRAÇÃO JORNALÍSTICA


Jornais e televisões mandaram para a Uni os seus melhores intérpretes do "jornalismo pitbull" mas tiveram azar, vieram da universidade a espumar e de barriga vazia, desta vez não se safaram.

Afinal os actuais responsáveis da UnI tiveram uma estratégia muito diferente daquela que as notícias do Sol faziam prever, não deram qualquer golpe e, pelo menos aparentemente, actuaram com neutralidade.

In, O Jumento

Anónimo disse...

Companheiros do PSD;
PENSEMOS EM GRANDE!

leprechaun disse...

Esse é um falso problema, como é óbvio. Não se trata aqui do tratamento "social" dado por terceiros, nem do mero legalismo "licenciado" vs. "Engenheiro", mas sim daquilo que o próprio se intitula e não está de acordo com as suas reais habilitações.

Ora é já inquestionável que José Sócrates aparece, em documentos oficiais e do seu partido, como licenciado em Engenharia e Engenheiro Civil vários anos antes de ter concluído a sua licenciatura na UNI. E isto sem sequer questionar o mérito da mesma, já que só aqui muitíssimo haveria ainda a investigar!!!

É por isso que o ainda PM de Portugal não pode deixar de aparecer como mentiroso aos olhos dos portugueses, e isto, repito, apenas no que concerne à questão das suas habilitações e o uso indevido de títulos académicos antes de os possuir.

O resto é matéria para investigação talvez mesmo do foro criminal, mas nem é preciso avançar tão longe, para já.

Por outro lado, este é um assunto que só agora está a começar e não me parece que vá acabar tão cedo. É que há demasiadas questões por responder e a conferência de hoje acentuou ainda mais as dúvidas, ao reforçar a possível ideia da não validade do importante certificado da Covilhã e ainda ao revelar que, afinal, José Sócrates até estava isento do pagamento de propinas. Estranho, já que ele apresentou os respectivos recibos na TV...

Ou, na voz do povo, "o pior cego é o que não quer ver"!

alanys disse...

Sobre a conferencia de imprensa que o PM foi convidado mais Mariano gago:

http://www.macroscopio.blogspot.com/

"Como não há narrativa possível para este bluff feito chantagem convertido em elogio fúbebre macaco à última da hora nesta República do Alberto das bananas é preferível nem comentar: as imprecisões, as contradições, as mentiras, as calúnias- tudo pela língua pérfida do homem português. E dizem-se estes senhores académicos, investigadores, doutores quando, na realidade, a imagem que dão é a de estivadores.
Creio que Portugal com este episódio viveu o seu momento civilizacional mais declinante dos últimos 50 anos. Imaginem só em que estado ficaria a República e o Estado se o PM tivesse acedido a estar presente naquele funeral de palavras e de "muitas boas tardes". Por momentos pensei estar no Corno d'África, mais concretamente em Addis Abebba (na Etiópia) de binóculos a assistir ao massacre do Burundi e do Ruanda em 1995, só depois acordei para a realidade e percebi que estava em Portugal, terra de estivadores... que se dizem doutores. E alguns até são formados por correspondência em Espanha, desde que paguem, claro está!!! "

Anónimo disse...

Este "portugalito" não passa de uma sanzala (bairro indígena de África) mal frequentada e (DES)GOVERNADA pelo piorio: ciganos, mafiosos e xuxialistas.

Sócrates comprou o "curso" de einginheiro e "manda" nesta merda.

Que nojo!

Vou ali vomitar e já volto! (melhor, não volto mais!)

Puta que pariu este paizeco de merda desde o Sr. Silva, Socras e demais filhos da puta!

Não se encontra uma única pessoa HONESTA, nesta estrebaria!

E se houver uma pessoa HONESTA é logo "engolida" pela PODRIDÃO!

BHHUUUOUEEE (VOMITADO!).

Anónimo disse...

Sócrates já ganhou a minha admiração não só porque a sua governação vale mais do que mil títulos académicos como pela forma digna como tem aenfrentado todas as campanhas negras que lhe têm sido movidas.

Anónimo disse...

Uma oposição que se dedica a atacar nesta matéria é uma oposição que não sabe mais onde atacar.

Anónimo disse...

"— Sacana, tu não és engenheiro. Nunca me mostraste a cédula..."


Aahahahaha, a ironia dessa frase diz tudo... se o que a reportagem do Público pretendia era que se instalasse na sociedade portuguesa esse tipo de raciovcínio patético e pidesco, não vai conseguir. Neste momento, Sócrates terá ganho o voto de todos os licenciados. Era o que mais faltava o sujeito estudar 4 ou 5 anos e no fim não ser reconhecido como um profissional. E convenhamos, será que não há DECORO E VERGONHA em ALGUÉM PODER SEQUER DIZER OU SUPOR que um tipo só é engenheiro pq está INSCRITO NA ORDEM????? Não poder praticar eu percebo, mas não poder usar o título? Corporativismo a este nível africano creio que nem no 3º mundo isso passa na cabeça de alguém. Só aqui mesmo.
Mas deixem estar. O CANCRO RECTAL desta gente já está mais do que garantido. ELES FAZEM POR ISSO.

Edie Falco

Joao disse...

Estou-me nas tintas para saber se ele é engenheiro ou não, se está incrito na ordem ou não não é esse o "crime" (se é que é crime chamarem dr a alguém sem o ser) não é isso não. O problema é a trapalhada de certificados, datas, testes, exames, diplomas, aprovações e outros que aparecem rasuradas, com datas erradas, incompletas, com suspeita de alteração. Parece que alguém - obscuro - tenta manipular e falsear dados para encobrir a treta de um suposto grau académico. Este é que poderá ser o crime! Se manipulações acontecem por um grau, que não farão pelas coisas realmente importantes?

Anónimo disse...

"Parece que alguém - obscuro - tenta manipular e falsear dados para encobrir a treta de um suposto grau académico. Este é que poderá ser o crime! Se manipulações acontecem por um grau, que não farão pelas coisas realmente importantes?"

Mas caro João, eu creio que excusamos de tentar transformar uma qualquer trapalhada pessoal, que todos as temos, você inclusivamente (pense lá), num caso Watergate. No meu ponto de vista, uma questão pessoal NÃO PODE SER TRANSFORMADA EM QUESTÃO DE ESTADO. O Público não é a Holla, caraças. Não compro o "P" para saber se o ministro a e b usa calcinhas ou se fumou haxixe. Isso não me interessa. Toda a gente sabe que Paulo Portas é paneleiro mas ninguém fala nisso ou se importa com isso, e com razão. Estou a dar um exemplo. SE ELE TIVESSE BURLADO A DECLARAÇÃO DE IRS, AÍ ERA OUTRA COISA. Deixa de ser do foro pessoal para ir no meu e no seu bolso. Aí, se TAL FOSSE PROVADO, vc teria The Amazing Edie Falco® qual a um cão, com os dentes fincados na canela do Primeiro Ministro.

EU CREIO QUE JÁ SOMOS UM BOCADO CRESCIDOS PARA SABERMOS DISCERNIR SOBRE A VACUIDADE OU PERTINÊNCIA DE CERTAS QUESTÕES. ESTAR A INSISTIR NA PRAÇA PÚBLICA NUMA SITUAÇÃO DE FORO ÍNTIMO DO PM ACHO QUE É UM DESSERVIÇO AO PAÍS. SE IDEIA É ESSA, NÃO CONTEM COMIGO.

É que quando vemos indivíduos que não fazem ou fingem não saber fazer essa separação entre a vida pública e a vida privada, já entramos na senda da calúnia e da má-fé, enfim, os chamados processos de intenção ou tentivas de saneamento e assassinato político.

E isso, meu caro, não posso admitir. Tentassem os mouros novamente invadir Portugal, eu pegaria em armas.

Anónimo disse...

DE UMA VEZ POR TODAS, OS PORTUGUESES TEM DE APRENDER A VIVER EM DEMOCRACIA E NO ESTADO DE DIREITO.

EU DIGO NÃO AO ATRASO. A TODOS OS ATRASOS.

ODEIO ESSA ATITUDE "IRRESPONSABILIDADE A 25 DE ABRIL"!!!!!!

NÃO PODEMOS, NA HORA DA FOFOCA E DA MÁ-FÉ, NOS APROVEITARMOS DO NOSSO ATRASO PARA PODERMOS À LARGA AGIRMOS COMO CALHORDAS, ACUSANDO E MALDIZENDO SEM PROVAS.

ONDE É QUE ESTAMOS? É A SELVAGERIA?

Joao disse...

"NÃO PODE SER TRANSFORMADA EM QUESTÃO DE ESTADO" exacto então qual o interesse da Inspecção Geral do Ensino Superior pedir os documentos referentes a Sócrates? E eu faço comparações. Uma burla de IRS é para o Estado mais grave do que uma burla no exame da 4 classe. Mas se se provar um burla no grau obtido, e essa burla tiver sido conscientemente efectuada por uma das principais figuras do Estado. Posso ser só eu que penso assim, mas é uma questão de Estado.

Anónimo disse...

aconselho a capa desse "grande" jornal que é o 24 h aos defensores de Socrátes.
Mais uma pedrada no charco, afinal o exame na opinião de um professor de inglês dito do PS é merecedor de negativa... Afinal o reitor Arouca não percebia assim tanto de inglês técnico.
o problema são as constantes duvidas que surgem acerca da forma como o diploma foi obtido. Em que abundam as suspeitas de favorecimento fraudulento do sr Eng...

Anónimo disse...

Caro João. permita uma pergunta? O que é que você, como cidadão e eleitor, tem a ver com a vida particular de Sócrates? Supondo que ele teve favorecimento há 10 anos atrás no seu diploma?

O que é que você, como cidadão e eleitor, tem a ver com a vida particular de Paulo Portas? Supondo que ele gosta de homens?

O que é que você, como cidadão e eleitor, tem a ver com a vida particular de Santana Lopes? Supondo que ele gosta de ir beber à Kapital às 3 da manhã, ou se ainda dorme ou não com a Cinha Jardim?

É isso que eu ainda não percebi... não percebi nesta história toda qual é a questão... e se ela é para ser discutida na praça pública ou não.

Edie Falco

Anónimo disse...

Começou por se duvidar da licenciatura, depois da realização das cadeiras, depois da avaliação das cadeiras, depois do inglês e do papel de uma prova de inglês, depois do percurso do professor, depois de com a licenciatura ser engenheiro ou não, depois da data dos diplomas, depois do pagamento das propinas, depois se esteve inscrito em direito, depois, depois, depois, depois,... já ninguém sabe o que se quer. A única coisa que fica patente é que se está a mover uma campanha de factos soltos e com pouco significado para quem conhece o mundo académico para desacreditar e dispersar dos assuntos que verdadeiramente interessam.
A quem serve JMF?

Anónimo disse...

O Belmiro (engenheiro?) já lançou outro tópico da sua agenda - baixar os impostos. Coincidência com Mendes?
Uma coisa é ver o que o homem dizia antes e durante a OPA, outra é a que se está a revelar... NÃO HÁ ACASOS...

Anónimo disse...

A ordem é: "quebra já as pernas ao gajo, para o cabrão ficar na nossa mão sem maioria absoluta... é preciso trabalhar já!!"..."solta o maricas agora para estar a postos quando for preciso. Ele vai ter de ir comer à mão do maricas, na próxima... ."

"foda-se que saiu-nos o tiro pela culatra e aquele tosco que pusémos em Belém não está a ajudar nada..." "com o caraças que esta merda já era nossa e o cabrão do gajo está a nos lixar o esquema..." "tinham garantido no Rato que o gajo ia ser porreiro"... com o caraças!!!

Joao disse...

Caro Edie, com as preferencias sexuais e gostos de bebida não tenho nada a ver, tenho eu também as minhas e tenho também os meus gostos. Agora com a integridade do MEU primeiro ministro, do MEU governo, do MEU país, sim, tenho a ver. Acho, caro Edie, que o que é meu também é seu (neste caso), e deveria preocupar-se. E veja, até acho que o primeiro até tem feito um bom trabalho... Ah! E a proposito de preferencias sexuais, com as do primeiro, não tenho nada a ver

Anónimo disse...

Sócrates não vai ficar na História.
Parece-me indiscutível.
Não por ser um vigarista.
Mas por ser um vigaristazito.
Falta-lhe dimensão.
Se ele todo fosse nariz...

Dr. Assur disse...

"O crime de Sócrates foi ter utilizado o título de engenheiro não estando inscrito na respectiva ordem profissional"!!!????

Eh eh.

Caro amigo. Consegue fazer melhor que isso.

Anónimo disse...

"Agora com a integridade do MEU primeiro ministro, do MEU governo, do MEU país, sim, tenho a ver. Acho, caro Edie, que o que é meu também é seu (neste caso), e deveria preocupar-se."

Mas eu me preocupo, e muito. Mas não encontro matéria para me preocupar com algo que só supõem, não provam, e mesmo que provassem, REPITO, é um facto pessoal que nada tem a ver com o governo de Portugal. Vc gostaria de ser avaliado no seu emprego por uma situação qualquer da sua vida privada? Meu deus, eu realmente não percebo onde é que está a espiga. Será que eu sou corrupto e não sei? Se calhar é isso. A culpa deve ser minha. É que eu ainda não percebi o que é que interessa se o PM se favoreceu ou não. Mas se não foi fuga ao fisco... Ele não atingiu nem a mim nem a vc em nada. Eu realmente não percebo. E o que é pior: suposições!!

Sabe, é que cursos à socapa, cá em Portugal, é comum, não sei se me está a perceber. Não é exactamente o melhor sítio para tirar um curso, nós vemos pela qualidade dos toscos que andam aí a arrotar que são doutores...

"E veja, até acho que o primeiro até tem feito um bom trabalho... Ah! E a proposito de preferencias sexuais, com as do primeiro, não tenho nada a ver"

Pois, dizem que a preferencia sexual dele é a Fernanda Câncio... acho bem, faço voto que sejam felizes, é uma bela rapariga.

Edie Falco

Anónimo disse...

As campanhas montadas só têm fortalecido o Sócrates.

Anónimo disse...

Va de Retro, ó Edie:

Então não interessa nada se o PM é VIGARISTA ou não?

Sou licenciado e tive que matar as pestanas a estudar.

Dizer que os cursos em Portugal se compram, ó Edie, É DE BRADAR AOS CÉUS!

É o mesmo que dizer que, se Portugal é um paízeco de VIGARISTAS, qualquer VIGARISTA o pode (des)governar.

É bater no fundo da BAIXEZA.

Já nada importa.

Tu, Edie, também deves ser uma "licenciada" como o Socras, por isso achas as TRAPALHICES e VIGARICES absolutamente normais.

Vai-te meter num porco, sua sabuga!

Anónimo disse...

O anónimo que vomitou asneiral, o ódio e o racismo que lhe estão nas entranhas, hoje, de madrugada
(Qui Abr 19, 01:07:50 AM), tem uma linguagem demasiado parecida com um tal José Maria Martins... A
primeira frase então é quase copiada/colada do seu blog...

Anónimo disse...

tiraram daqui o meu comentário...
Q merda de blog é este? Não gostaram quen mandei o E. Falco coçar o seu efincter???

Será que é mentira o facto de o socrates ser eng? Mas verdade, certeza absoluta é que é rabeta, como tanto se falou na campanha... basta ver o jeitinho dele a correr.

Anónimo disse...

Caros posteiros!
Como me parecem cidadãos bem informados agradecia que fizessem a esmola de me informar do seguinte:

Quanto custa um diploma de engenheiro na Uni?
É preciso ir às aulas ou basta só pagar as propinas?
É preciso ir a exame?
Se não for a exame pago mais ou posso pedir ao meu primo que é trolha que me faça o trabalho A4?
Não há outras universidades a venderem licenciaturas mais baratas?
O curso de engenheiro civil é mais caro que o curso de arquitecto calceteiro marítimo?
Há descontos para políticos?
Os da oposição pagam mais?
Os custos das propinas variam com as notas finais?
Agradecia que me informassem porque eu quero concorrer a um lugarzinho na Câmara da minha terra e preciso de um diploma para ganhar um vencimento de executivo.
Obgd.

Anónimo disse...

Ó caro amigo:
Vá ao Rato, em Lisboa, num edifício recuperado de cada vez que o PS ganha as eleições, em côr-de-rosa.
Lá dão-lhe essas informações todas.
Penso eu de que.

Anónimo disse...

Anónimo acima:
Tentassem os mouro s invadir Portugal e pegaria em armas.
E não o incomoda que a judiciaria internacional e os espanhóis o esteja a invadir?

Anónimo disse...

a judiaria internacional

Anónimo disse...

o estejam a invadir

Anónimo disse...

"O crime de Sócrates foi ter utilizado o título de engenheiro não estando inscrito na respectiva ordem profissional."

O crime do Sócrates - foi só UM...?

Falsificação de documentos, usurpação de título, encobrimento de factos públicos, tentativa de silenciamento dos Jornais, favorecimente pessoal e mais alguns de que agora não me lembro - chegam estes...?

O Sócrates merecia um Doutoramento em Malfeitorias e Criminologia.

Anónimo disse...

O PROFESSOR QUE SÓCRATES NÃO CONHECIA , NÃO CONHECEU NEM QUER OUVIR FALAR ; A BEM DA NAÇÃO

CHAMA –SE ANTÓNIO JOSÉ MORAIS E É ENGENHEIRO A SÉRIO ; DAQUELES RECONHECIDOS PELA ORDEM (não é uma espécie de Engenheiro, como diriam os Gatos Bem Cheirosos ) .

O António José Morais é primo em primeiro grau da Drª Edite Estrela. É um transmontano tal como a prima que também é uma grande amiga do Eng. Sócrates . Também é amigo de outro transmontano, também licenciado pela INDEPENDENTE o DR. Armando Vara , antigo caixa da Caixa Geral de Depósitos e actualmente Administrador da Caixa Geral de Depósitos, grande amigo do Eng. Sócrates e da Drª Edite Estrela.

O Eng. Morais trabalhou no prestigiado LNEC ( Laboratório Nacional de Engenharia Civil) , só que devido ao seu elevado empreendedorismo canalizava trabalhos destinados ao LNEC, para uma empresa em que era parte interessada.
Um dia foi convidado a sair pela infeliz conduta .

Trabalhou para outras empresas entre as quais a HIDROPROJECTO e pelas mesmas razões foi convidado a sair.

Nesta sua fase de consultor de reconhecido mérito trabalhou para a Câmara da Covilhã aonde vendeu serviços requisitados pelo técnico Eng. Sócrates.

Daí nasce uma amizade.

É desta amizade entre o Eng da Covilhã e o Eng. Consultor que se dá a apresentação do Eng. Sócrates à Drª Edite Estrela , proeminente deputada e dirigente do Partido Socialista.

E assim começa a fulgurante ascenção do Eng. Sócrates no Partido Socialista de Lisboa apadrinhada pela famosa Drª Edite Estrela , ainda hoje um vulto extremamente influente no nucleo duro do lider socialista.

À ambição legitima do politico Sócrates era importante acrescentar a licenciatura .

Assim o Eng. Morais , já professor do prestigiado ISEL ( Instituto Superior de Engenharia de Lisboa ) passa a contar naquela Universidade com um prestigiado aluno – José Sócrates Pinto de Sousa , bacharel .

O Eng. Morais demasiado envolvido noutros projectos faltava amiudes vezes ás aulas e naturalmente foi convidado a sair daquela docência.

Homem de grande espirito de iniciativa , rápidamente colocou – se na Universidade Independente .
Aí o seu amigo bacharel José Sócrates, imensamente absorvido na politica e na governação seguiu – o “ porque era a escola ,mais perto do ISEL que encontrou “.

E assim se licenciou , tendo como professor da maioria das cadeiras (logo quatro) o desconhecido mas exigente Eng. Morais . E ultrapassando todas as dificuldades , conseguindo ser ao mesmo tempo Secretário de Estado e trabalhador estudante licencia –se , e passa a ser Engenheiro, á revelia da maçadora Ordem dos Engenheiros, que segundo consta é quem diz quem é Engenheiro ou não, sobrepondo – se completamento ao Ministério que tutela o ensino superior.

( Essa também não é muito entendivel; se é a Ordem que determina quem tem aptidão para ser Engenheiro devia ser a Ordem a aprovar os Cursos de Engenharia ; La Palisse diria assim)

Eis que licenciado o governante há que retribuir o esforço do HIPER MEGA PROFESSOR, que com o sacrificio do seu próprio descanso deve ter dado aulas e orientado o aluno a horas fora de normal , já que a ocupação de Secretário de Estado é normalmente absorvente .

E ASSIM FOI:

O amigo Vara , também secretário da Administração Interna coloca o Eng. Morais como Director Geral no GEPI , um organismo daquele Ministério.
O Eng. Morais, um homem cheio de iniciativa , teve que ser demitido devido a adjudicações de obras não muito consonantes com a lei e outras trapalhadas na Fundação de Prevenção e Segurança fundada pelo Secretário de Estado Vara .
( lembram - se que foi por causa dessa famigerada Fundação que o Eng. Guterres foi obrigado a demitir o já ministro Vara (pressões do Presidente Sampaio ) , o que levou ao corte de relações do DR. Vara com o DR. Sampaio – consta – se até que o DR. Vara nutre pelo ex Presidente um ódio de estimação.

O Eng. Guterres farto que estava do Partido Socialista ( porque é um homem de bem , acima de qualquer suspeita , integro e patriota) aproveita a derrota nas autárquicas e dá uma bofetada de luva branca no Partido Socialista e manda – os todos para o desemprego.

Segue –se o DR. Durão Barroso e o DR. Santana Lopes que não se distinguem em práticamente nada de positivo e assim volta o Partido Socialista comandado pelo Eng. Sócrates E GANHA AS ELEIÇÕES COM MAIORIA ABSOLUTA.
Eis que , amigo do seu amigo é , e vamos dar mais uma oportunidade ao Morais , que o tipo não é para brincadeiras.

E o Eng. Morais é nomeado Presidente do Instituto de Gestão Financeira do Ministério da Justiça .

O Eng. Morais homem sensivel e de coração grande , tomba de amores por uma cidadã brasileira que era empregada num restaurante no Centro Comercial Colombo.

E como a paixão obnibula a mente e trai a razão nomeia a “brasuca “ Directora de Logistica dum organismo por ele tutelado a ganhar 1600 € por mês. Claro que ia dar chatice, porque as habilitações literárias ( outra vez as malfadadas habilitações ) da pequena começaram a ser questionadas pelo pessoal que por lá circulava.
Daí a ser publicado no “ 24 HORAS” foi um ápice.
E ASSIM lá foi o apaixonado Eng. Morais despedido outra vez.

TIREM AS VOSSAS CONCLUSÕES

DNG disse...

Caro Miguel Abrantes,

O alegado "crime" de Sócrates, como diz, NÃO foi ter utilizado o título de engenheiro não estando inscrito na Ordem, mas sim, usar o título de engenheiro sendo apenas engenheiro-técnico. É engenheiro aquele que é licenciado; engenheiro-técnico aquele que é bacharel. Quanto ao bacharelato não haverão dúvidas, ele foi concluído no ISEC - Instituto Superior de Engenharia de Coimbra, o que significa que o título de engenheiro-técnico, Sócrates tem. Quanto à licenciatura, essa sim, cooresponde à polémica "Independente". Cumprimentos!