quarta-feira, outubro 01, 2014

A direita não perdoa a Sócrates a redistribuição da riqueza


Justiça social em Portugal tem vindo a descer desde 2011: um estudo da fundação alemã Bertelsmann, que comparou vários indicadores estatísticos de cada país da União Europeia, conclui que, nos últimos anos, a injustiça social tem vindo a aumentar em geral.

6 comentários :

Anónimo disse...

Por muito esforço que façam há gente no PS que já não consegue esconder o sonho que tem do regresso de Sócrates, desgraçado deste país se António Costa depois de ter corrido com o banana de José Seguro não tiver a coragem de correr com esta gente que já o está a cercar para tentar que isto fique tudo na mesma.

Anónimo disse...

Francisco Assis que é o representante da verdadeira mentalidade do PS já anunciou que é para fazer coligação com o PSD ou o CDS, portanto não vale a pena ilusões. Vocês são eles (PSD/CDS).

João.

Anónimo disse...

Sim. Há grande probabilidade de a liderança de Costa vir a descambar numa espécie de frente-rolha,isto é, de vir a dominar a ideia salvífica da grande coligação ao centro (Ferro já não será isso?). Tanto mais provável quanto, por o PS estar esfrangalhado e há 3 anos a assobiar para o ar, por falta de trabalho de casa, por resistência ao aprofundamento de debate, não chegar a haver uma verdadeira clarificação de linhas politicas, e venha a vencer a "lei do menor esforço", do estilo "isto é tudo uma cambada de bons rapazes, muito amigos e bem intencionados, unidos contra os actuais radicais, unidos para fazer o bem aos portugueses com um programa a 10 anos". Nesse caso o combóio voltara a saltar dos carris.

Guilherme Proença disse...

Proponho a série "A comunicação social anda com António Costa ao colo" com uma nova forma de apresentar o eurodeputado "Francisco Assis, que António Costa apoiou nas eleições internas de 2011"! http://economico.sapo.pt/noticias/bloco-central-e-a-melhor-solucao-se-ps-falhar-maioria-absoluta-diz-assis_202805.html

Anónimo disse...

Francisco Assis já anda a pressionar para que o PS faça parte do bando... Eu espero que tal não aconteça, até porque, como veremos mais tarde, o PSD vai entrar em ebulição... Ou seja, espero que tal coligação não aconteça, NÃO SÓ por motivos ideológicos óbvios, mas também porque o PSD não será um bom parceiro de governação, na altura que se avizinha.

Filipe disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.