sexta-feira, novembro 28, 2014

Isto é só o começo

Hoje no Diário de Notícias

8 comentários :

Anónimo disse...

Concordo em absoluto com o 1º ponto. Concordo bastante com o 2º ponto. Agora, querer varrer definitivamente para debaixo do tapete possível legislação acerca do enriquecimento ilícito, é andar de mão dada com os criminosos.

Von

Anónimo disse...

Enriquecimento ilícito é aquele que resulta da prática de um crime. Sem a prova desse crime, não se poderá falar de enriquecimento ilícito. Havendo o crime, o que acontece é que o enriquecimento é declarado perdido para o Estado, seja dinheiro, sejam aviões ou sejam moradias. A moradia luxuosa do Presidente Cavaco parece ter um valor muito acima das suas reais capacidades financeiras mas nem por isso será ético dizer que estamos perante uma situação de enriquecimento ilícito.

Anónimo disse...

O caro anonimo das 02:57:00 da tarde sempre pode emigrar para a Coreia do Norte onde julgo que a inversao do Onus da prova é praticado amiude, no mundo ocidental civilizado não existe 1 unico pais que o tenha na sua legislação nos moldes que estes fascistas pretendem, alem do mais, caso não saiba eu vou lhe dar a noticia, prepare-se para o choque, a nossa legislação já preve o crime de ENRIQUECIMENTO ILEGITIMO numa multiplicidade de crimes, só que com as regras do estado de direito, percebe ou quer um desenho, quanto ao ex-PM detido em Evora, até que lhe sejam comunicados quais os indicios, suspeitas não sao indicios, que fundamentam a sua prisao considero que é um preso politico deste regime fascista,40 anos depois de Abril!

Anónimo disse...

O peditório para a criminalização do enriquecimento ilícito começou no próprio dia da prisão ilegal de Sócrates. No noticiário da RTP, Rodrigues dos Santos, injustamente acusado de escritor, clamava que tudo seria mais simples se houvesse o tal crime que tanto agrada à ministra da justiça e ao correio da manha.

Morgado De Basto disse...


O Estarola em funções de primeiro ministro,não é o mesmo Estarola que nas últimas eleições legislativas jurou quase que com solenidade e a benção de um sacerdote que jamais utilizaria a governação anterior como argumento politico para desculpar eventuais erros ou fracassos do seu governo?Não é o mesmo Estarola que afirmou a pés juntos sem que os meniscos estalassem que aumentar os impostos ou proceder a cortes nos rendimentos do trabalho era uma enormidade,uma mentira eleitoral dos Partidos de Esquerda?

Portugal,tem um primeiro ministro eleito cujo suporte dessa vitória foi,objectivamente,a MENTIRA!!!

Portugal,tem um primeiro ministro eleito consequência de uma FRAUDE politica e de um EMBUSTE comportamental!!!

Portugal,tem um primeiro ministro eleito que não perderá uma oportunidade para cavalgar a ONDA que a actual conjuntura lhe oferece numa bandeja de prata e já temos dois momentos claros que o evidenciam com total clareza:Aquele que aqui nos convoca e o "Os Políticos não são todos iguais"

Quanto a vidas assentes em ilicitudes estruturais,permito-me dizer o seguinte:Se há mais marés do que marinheiros,se "há mar e mar há ir e voltar",(Grande Alexandre)ainda haverá tempo para muito conversar e cebola descascar...

Antonio Cristovao disse...

A encomenda da maquina de nevoeiro deve ser suspensa.
E por o dinheiro na Suiça tambem não é nada conveniente.

heil von disse...

Olha o palerma do Von voltou, deve ter estado de férias em Copacabana com o amigo Relvas. Ó palerma Von conforme alguém já disse o enriquecimento ilícito já é crime. A inversão do ônus da prova foi o pé de cabra do fascismo, ou és um ignorante e não sabes isso ou então és mesmo é um facho. Eu acho que as duas te servem.

Infelícia Cabrona disse...



Nota: não perder tempo com von der merdas quando temos em primeiro-menistro um bacorão que não faz a mínima ideia do que seja o Estado de Direito, ou a Constituição da República!


Um bacorão, para mais, cujo cargo resultou de eleições livres e democráticas!


E que se encontra protegido por um bronco cobarde, um incapaz e um reincidente em imoralidades várias que okupa há quase nove anos aquilo que usávamos designar por "mais alta magistratura" e que, supostamente, comanda "superiormente" as nossas Forças Armadas.


E para mais escudado no maior aparato mediático-financeiro de que há memória em Portugal desde os tempos do senhor d. miguel, que o diabo tenha em desassossego!


Não se preocupem, não...