quarta-feira, Janeiro 04, 2012

“A criadagem que circunda os poderosos”

• Ferreira Fernandes, Sobre talhos não deixarei de o ouvir:
    ‘Na altura, a criadagem que circunda os poderosos escandalizou-se com o "insulto" que eu teria feito àquele grande patrão chamando-o merceeiro. Não entenderam o meu respeito pelos merceeiros e a admiração que eu gostaria de ter por um grande merceeiro que soubesse ter sentido político.’

5 comentários :

Anónimo disse...

Não é um grande merceeiro mas apenas um merceeiro grande. Tal qual o seu ideólogo António Barreto: não é um grande intelectual mas apenas um intelectual grande. A mesma arenga poderia dizer do Presidente Cavaco.

Anónimo disse...

Este blog passou a estar infestado de PPDs/PSDs e CDSs. Tal não é a curiosidade e a mossa que o mesmo vem provocando e provoca no regime - de imbecis- vigente.

Só posso congratular-me com a excelente qualidade do blog e dar os meus parabéns a Miguel Abrantes pelos excelentes posts.

De facto, ninguém lhe fica indiferente...

Anónimo disse...

A questão é que um merceeiro será sempre um merceeiro e não se deve pôr a fazer politica quando não é para ai que têm inclinação. Soares dos Santos devia limitar-se ao que sabe fazer bem : negócio em proveito próprio. E deixar a politica para quem para ela tenha predisposição e carácter. De falsos politicos já está Portugal cheio, não precisamos de merceeiros a querer mudar de ramo.

Anónimo disse...

o que me dá asco não é o soares dos santos levar a empresa para um sítio onde paga menos impostos (mas também ninguém venha dizer que não é por causa disso). outros o fazem sem que a indignação os atinja. o que me verdadeiramente me chateia é fazê-lo quando o soares dos santos vem com moralismo às carradas para cima de toda a gente. é este moralismo que odeio na direita em geral. mas pelo menos nos próximos tempos não teremos o soares dos santos a dar lições de moral e, creio bem, nem sequer o seu empregado barreto.

Olimpico disse...

Para o anónimo das 4.00h.

Acredita mesmo que Barreto vai ficar calado ? humhum Barreto é homem que "cultiva" a gratidão....