quinta-feira, janeiro 08, 2015

Leituras

10 comentários :

Júlio de Matos disse...


Por favor, Guterres é que não. É um perdedor nato, um Sampaio requentado, um reverso da medalha de Cavaco, enfim, um chafurdar no Passado.


Não lhe nego as qualidades pessoais e humanas de que fala Rui Pereira,mas acontece que Portugal neste momento precisa é de Futuro.


Tanto como do pão para a boca e da esperança para a alma!

Rosa disse...



Aceitam-se sugestões...

Júlio de Matos disse...

Sugestões, cara Rosa?


Carlos César, como é óbvio.


Pertence tanto ao Passado como ao Presente e ao Futuro e ao menos já foi Presidente de uma parte importante do verdadeiro Portugal...

Anónimo disse...

José Sócrates

Carlos Martins (Neca) disse...

João jardim, para tornar o cântinante uma colónia da Madeira.
Antes da Madeira que da Alemanha, o que no fundo tem sido de há 4 anos a esta parte. Os nossos impostos vão quase todos para lá!
Falando a sério, Carlos César não é mal visto, mas aposto no Guterres porque no fundo, será de momento, para além de uma pessoa extremamente inteligente, quem tem uma visibilidade e respeitabilidade a nível mundial que só beneficiará Portugal se for presidente. Basta comparar com os promitentes candidatos à direita e está tudo dito!

Anónimo disse...



Junto mais um à lista_ António Sampaio da Nóvoa.

Júlio de Matos disse...



António Guterres não é comparável aos promitentes candidatos da Direita (muito menos à atual NULIDADE cavaquense), é bem certo, mas não está tudo dito. Guterres poderá fazer mais ou menos o que fez Jorge Sampaio, o que, não sendo mau, não chega neste momento para ser bom.


Sampaio da Nódoa não é um Político, sabe-se o que diz, mas não se sabe o que pensa, muito menos como agiria. Cheira demasiado a oportunismo.


Sejamos realistas: se os EUA puderam ter um Presidente havaiano, por que razão não pode Portugal ter um Presidente açoriano?


Yes, he can!

Fernando Romano disse...

Carlos César, JÁ!

Estão à espera de quê?

Carlos César, avance!

Rosa disse...



Também acho Carlos César competente e respeitável...entre ele e Guterres, o "meu coração balança"...

Júlio de Matos disse...



Por acaso acho que, neste aspeto (só neste...), até concordo com o tózé seguro: QUAL É A PRESSA?


Carlos César tem tudo a ganhar se se mantiver recatado pelo menos até à Páscoa, ou mesmo até ao Verão, deixar os pardais gozarem o primeiro milho, não se desgastar na trituradora mediática, e aparecer surpreendente e puro na "rentrée", em plena refrega para as Legislativas, como o CANDIDATO ÓBVIO do PS! Tão óbvio, que nem precisou de se antecipar...


Para além de que o eleitorado gosta de ser surpreendido, não gosta muito que lhe "mastiguem" a comida. Vejam-se as surpresas do José Manuel Coelho em 2006 e do Marinho Pinto em Maio passado.