terça-feira, julho 14, 2015

«Por acaso foi uma ideia minha»

Il Sole 24 Ore

Se dúvidas houvesse sobre a forma como decorreu a última reunião do Conselho Europeu, Pier Carlo Padoan, ministro das Finanças italiano, desvaneceu-as: no final, «apenas nós, os franceses e o pequeno Chipre estávamos lá para atingir um compromisso», tendo os restantes países da zona euro ficado ao lado da Alemanha na «posição mais dura» para a Grécia.

Varoufakis confirma o alinhamento constante do governo português com as posições de Schäuble. E refere que a circunstância de Portugal surgir entre «os mais enérgicos inimigos» da Grécia tem uma explicação simples: «se nós conseguíssemos negociar com êxito um acordo melhor, isso liquidá-los-ia politicamente: teriam de explicar ao seu próprio povo por que não negociaram como nós fizemos».

Conhecendo-se agora o modo como decorreu a reunião do Conselho Europeu, o facto de Passos Coelho ter vindo reclamar os louros do desbloqueamento do acordo com a Grécia dá-nos a medida exacta da natureza do pantomineiro que se alçou a São Bento há quatro anos.

5 comentários :

Anónimo disse...

"...e a pequena Chipre" (... la piccola Cipro) e não "um pouco Chipre".

Claro que o insignificante idiota tinha wue mentir , pla enésima vez. É da sua personalidade. Aliás , vendo as imagens de quando ele está a dizer que "por acaso" até foi ele a desbloquear a situação, agarra no nariz como se a certeficar-se de que não crescia como o do Pinóquio.



Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Miguel Abrantes disse...

qua jul 15, 01:24:00 da manhã

Está corrigido. Obrigado.

Anónimo disse...

Não constitui qualquer novidade pois já sabemos que este Governo está incondicionalmente ao lado da potência dominante que é a Alemanha indo contra os interesses do seu próprio País.

arebelo disse...

Uma pergunta para não ser aborrecido,em que telejornal ou jornal diário ou semanal virá esta notícia,mais uma sobre o embusteiro mestre?É que na entrevista de ontem,a a "papagaia"de serviço,um primor de macieza,mesmo que estivesse a par do assunto,não só não tinha autorização para pôr a careca ao léu do coiso como não se atreveria a entrar por aí.A Bem da avença mensal,que o balsemânico patrão não brinca aos jornaleiros sérios.Veja-se só a pouca ou nenhuma vergonha do lixeira da tvi com a censura ao Professor S.Silva numa de vento em popa para o vale tudo!